Malazgirt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
Turquia Malazgirt
Manziquerta, Manzikert, Manazkert
 
—  Distrito (ilçe)  —
Imagem da província de Muş
Imagem da província de Muş
Malazgirt está localizado em: Turquia
Malazgirt
Localização de Malazgirt na Turquia
39° 08' N 52° 32' E
Região Anatólia Oriental
Província Muş
Administração
 - Governador (kaymakam) Bilal Avaş
 - Prefeito (belediye başkanı) Mehmet Nuri Balci (PDP)
Área
 - Total 1,526 km²
População
 - Total 20,477
    • Densidade 13,42/km2 
Fuso horário EET (UTC+2)
 - Horário de verão EEST (UTC+3)
Código postal 49.400
Prefixo telefónico 436
Sítio Governo distrital: www.malazgirt.gov.tr
Prefeitura: www.malazgirt.bel.tr

Malazgirt (antigamente chamada Manazquerta,[1] Manziquerta, Manazkert ou Manzikert) é uma cidade localizada no condado de Plain, na província de Muş, na Turquia. A cidade conta com uma população de 20.477 habitantes (2010).

Antiguidade[editar | editar código-fonte]

A cidade de Manziquerta (como a cidade era chamada antigamente) provavelmente foi fundada durante o governo do rei Menua (810 - 785 a.C)[2] . Segundo a tradição armênia, Manziquerta teria sido fundada por Manaz, filho de Haik, o lendário patriarca histórico dos armênios.[3] O nome da cidade originalmente era Manavazkert ( em armênio : Մանավազկերտ), mas ao longo do tempo aconteceram mudanças no nome até ser encurtado para Manziquerta. A cidade chegou a ficar sob o controle do Império Romano no século II d.C., mas logo depois foi perdida. A cidade chegou a ficar até 333 d.C sob o domínio de Manavazyans, um armênio da família nakharar, mas o rei armênio Cosroes III ordenou que todos os membros da família nakharar fossem postos à espada.

Medieval[editar | editar código-fonte]

Durante o século VII d.C, a região da Armênia foi capturada pelo califado abássida, incluindo a cidade de Manziquerta. Entre 860 e 964, a cidade foi a capital do emirado caisita. Em 968, o general romano Bardas Focas, o Jovem, capturou a cidade, incorporando-a ao catepanato (unidade administrativa) do Império Bizantino. Em 1054, exércitos seljúcidas tentaram conquistá-la, mas foram mal-sucedidos por causa da guarnição bizantina de Basílio Apocapes. Em 1071, houve uma batalha decisiva, a batalha de Manziquerta, na qual bizantinos e turcos seljúcidas se enfrentaram. O resultado foi que os bizantinos foram derrotados e o sultão Alp Arslan capturou o imperador Romano IV Diógenes que só foi resgatado pelos bizantinos depois de um pagamento elevado de resgate. Com a derrota, foi-se estabelecido o Sultanato Seljúcida de Rum, sultanato este que avançou sobre o baluarte bizantino, a Anatólia. Em 1515, o Império Otomano capturou a cidade e a transformou em cidade do império.

Contemporânea[editar | editar código-fonte]

No ano de 1915, Manziquerta tinha uma população de cerca de 5 mil pessoas, a maioria armênios. A economia girava, como em outras cidades turcas, em torno do comércio de grãos e da produção artesanal. Nesse ano, os armênios nessa região sofrearam um massacre e muitos em Manziquerta também foram alvo desse massacre. Atualmente, a cidade faz parte da República da Turquia. A principal fonte de renda é a agricultura e a pecuária, sendo que os principais produtos agrícolas são trigo, beterraba, cevada, grão de bico, lentilhas e feijão. A cidade tem dois hotéis: o Real Hotel Cocoon e o Serhat Hotel. A cidade tem um castelo que provavelmente remonta a era medieval.

Referências

  1. Zaborov 1988, p. 41
  2. The suffix -girt, found in many toponyms in Eastern Anatolia, comes from the Armenian -kert which means, "built by". A popular Armenian folk tradition, tied to the writings of Armenia's early medieval historian Moyses Khorenatsi, holds that Manzikert was founded by Manaz, one of the two brothers of Hayk, the legendary and eponymous patriarch and progenitor of the Armenians
  3. Moisés de Corene século V, p. I.12

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Zaborov, Mijail. Historia de las cruzadas. [S.l.]: Ediciones AKAL, 1988. ISBN 8476002548
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.