Matilde de Ringelheim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wiki letter w.svg
Por favor melhore este artigo ou secção, expandindo-o. Mais informação pode ser encontrada nos artigos correspondentes noutras línguas e também na página de discussão. (Março 2010)
Santa Matilde
Nascimento 895 em Enger
Morte 14 de março de 968 (73 anos) em Quedlimburgo
Veneração por Igreja Católica Romana
Festa litúrgica 14 de Março
Gloriole.svg Portal dos Santos

Matilde de Ringelheim (c. 89514 de Março[1] de 968) é uma santa católica, conhecida como Santa Matilde.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha do Conde Teodorico de Ringelheim também denominado Dietrich da Vestfália e de Reinilda da Frísia também denominada Reinhild da Dinamarca. Os seus biógrafos traçaram-lhe ancestrais até ao famoso herói saxão Widukind (730-807).

Matilde foi educada pela sua avó, a Abadessa do convento de Herford (Vestfália).[1] Educada num convento de beneditinas, logo abraçou a fé católica.

Em 909, casou-se com Henrique I da Germânia, dito "o Passarinheiro".

Após a morte do marido, retirou-se num convento e teria assim obtido a conversão dos filhos e benefícios para os pobres e doentes de quem ela cuidava.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Teve cinco filhos:

  1. Hedwige da Saxônia, esposa do duque Hugo, o Grande
  2. Rei (e mais tarde imperador) Oto I
  3. Gerberga da Saxônia, casada primeira vez com Giselbert, Duque da Lorena e segunda vez com o Rei Luís IV da França
  4. Henrique I da Baviera
  5. Bruno I, arcebispo de Colónia

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um santo, um beato ou um religioso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Matilde de Ringelheim