Maurice Utrillo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Maurice Utrillo (Paris, 26 de dezembro de 1883 - Dax, 5 de novembro de 1955) foi um pintor francês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho da pintora Suzanne Valadon. Tornou-se alcoólatra desde os 16 anos tendo sido frequente hóspede de casas de desintoxicação nesse período. Aprendeu a desenhar e a pintar com sua própria mãe e a partir de 1903 dedicou-se inteiramente à arte. Pintou numerosas vistas de Montmartre e do suburbio parisiense. Seu estilo tornou-se pessoal, ao mesmo tempo ingênuo e refinado, com a fecunda “fase branca”(c. 1909-1915), caracterizada por uma amarga melancolia na interpretação dos locais de Montmartre. Chegou à celebridade, mas, a partir de 1923, foi enclausurado pela família, que temia seu comportamento de bêbado. Utrillo dedicou-se, então, a uma intensa produção, sobretudo de cartões-postais. Casou-se em 1935, deixou a bebida, tornou-se muito religioso e viveu seus últimos anos em grande depressão.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Grande Enciclopédia Larousse Cultural
  • Petit Dictionnaire des artistes modernes, Pascale Le Thorel-Daviot Larousse, Paris, 1999.
  • Utrillo, sa vie, son oeuvre, J. Fabris, C. Wiart, A. Buquet, J-P. Thiollet, J. Birr, C. Banlin-Lacroix, J. Foret, Editions Frédéric Birr, Paris, 1982


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.