Megalapteryx didinus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaMegalapteryx didinus
Moaupland.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 EX pt.svg
Extinta
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Superordem: Paleognathae
Ordem: Dinornithiformes
Família: Dinornithidae
Género: Megalapteryx
Haast, 1886
Espécie: Megalapteryx didinus
Nome binomial
Megalapteryx didinus
(Owen, 1883)
Sinónimos
  • Dinornis didinus (Owen, 1883)
  • Megalapteryx benhami (Archey, 1941)
  • Megalapteryx hamiltoni (Rothschild, 1907)
  • Megalapteryx hectori (Haast, 1886)
  • Megalapteryx huttoni (Rothschild, 1907)
  • Megalapteryx tenuipes (Lydekker, 1891)
  • Anomalopteryx didina (Lydekker, 1891)
  • Palaeocasuarius (Forbes, 1892)
  • Palaeocasuarius velox (Rothschild, 1907)
  • Palaeocasuarius elegans (Rothschild, 1907)
  • Palaeocasuarius haasti (Rothschild, 1907)

Megalapteryx didinus é uma espécie extinta de ave da família Dinornithidae que foi endêmica da Nova Zelândia. Foi a última moa a ser extinta, desaparecendo por volta de 1500, mas será possível que algumas tenham sobrevivido até ao século XIX. Não podia voar e possuía esterno sem quilha. Existem vários exemplares completos e partes do corpo desta espécie em museus na Nova Zelândia.

Ocorria apenas na ilha Sul, da Nova Zelândia, e habitava florestas de Fagus de alta altitude.[1]

Referências

  1. Davies, S. J. J. F. (2003). "Moas". Grzimek's Animal Life Encyclopedia (2) 8 Birds I Tinamous and Ratites to Hoatzins. Ed. Hutchins, Michael. Farmington Hills, MI: Gale Group. 95–98. ISBN 0 7876 5784 0 
Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.