Megalomania

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Megalomania é um transtorno psicológico definido por delírios e fantasias de poder, relevância ou omnipotência. "A Megalomania é caracterizada por uma exagerada auto-estima das pessoas nas suas crenças e/ou poderes". [1]

Antigamente, era a designação para transtorno de personalidade narcisista, porém, a partir de 1968, foi considerado como um transtorno não-clínico [2] [3] , pelo que não está presente no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais ou no CID. [4]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A palavra "megalomania" provém do grego "μεγαλο", que significa grande, e "μανία", que significa mania.

Distinção entre Megalomania e Narcisismo[editar | editar código-fonte]

Citando Bertrand Russell, podemos facilmente distinguir a Megalomania do Narcisismo: "O megalomaníaco difere do narcisista pelo facto de que pretende ser poderoso ao invés de charmoso; temido ao invés de amado. A este tipo de pessoas pertencem muitos lunáticos mas também grandes homens da História." [5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. I. B. Weiner/W. E. Craighead, The Corsini Encyclopedia of Psychology: Vol III (2010) p. 977
  2. Megalomiacs abound in politics/medicine/finance Business Day 2011/01/07
  3. Kohut H The Psychoanalytic Treatment of Narcissistic Personality Disorders: Outline of a Systematic Approach, 1968
  4. The Diagnostic and Statistical Manual published by the American Psychiatric Association
  5. The megalomaniac differs from the... at BrainyQuote Brainyquote.com (1970-02-02). Página visitada em 2011-12-21.