Mindanau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Mindanau
Geografia física
País Filipinas
Arquipélago Filipinas
Ponto culminante Monte Apo m
Área 97 530  km²
Geografia humana
População 21 582 540 (2007)
Densidade 168,4 hab./km²
Luzviminda.png
Mapa das Filipinas mostrando os três grupos de ilhas Luzon, Visayas e Mindanau.

Mindanau ou Mindanao (localmente Mindanao) é a segunda maior ilha no arquipélago das Filipinas, com 97 530 km² (a 19.ª maior do mundo) e é também o nome de um dos três grupos de ilhas que compõem o país. Localiza-se na ilha a Região Autónoma Muçulmana de Mindanau, criada em 1989. A Fossa de Mindanau é um dos pontos oceânicos mais profundos da Terra, com aproximadamente 10 540 m de profundidade. É a oitava maior ilha do mundo em número de habitantes, com mais de 21,5 milhões de residentes.

História[editar | editar código-fonte]

A região foi lugar de sultanatos como os de Sulu, Bornéu e Maguindanau. Desde finais do século XVI até ao início do XVII ocorreram os primeiros contactos com a Espanha, com as tentativas de colonização pelos espanhóis.

Ao contrário do que habitualmente se julga, só uma pequena parte de Mindanau foi originalmente habitada por muçulmanos. De facto, a maioria da população do norte e leste da ilha praticava religiões nativas antes de se terem convertido ao cristianismo. No entanto, lutas pela independência foram feitas por fações muçulmanas desde há cinco séculos, contra sucessivos ocupantes. Espanha, Estados Unidos, Japão e forças governamentais filipinas falharam em acalmar os desejos separatistas muçulmanos num país de maioria cristã. Devido aos fluxos migratórios, bem como à evangelização, a maioria da população de Mindanau é hoje cristã, o que terá causado algum ressentimento entre a população islâmica pobre e aparentemente deslocada, que alimenta os marginais que cometem os crimes mais violentos e os radicais movimentos separatistas. Mindanau é a base de grupos terroristas como o Jemaah Islamiyah.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Rua de Zamboanga.
Pescadores em Mindanau.

Mindanao é a segunda maior ilha do arquipélago, e a oitava maior do mundo em população. A ilha é montanhosa, e a montanha mais alta das Filipinas, o Monte Apo, fica em Mindanau. Está rodeada pelo Mar de Sulu a oeste, o Mar das Filipinas a leste, e o Mar das Celebes a sul. De todas as ilhas das Filipinas, Mindanau demonstra a maior variedade de desenvolvimento fisiográfico. Montanhas altas e rugosas, picos vulcânicos quase isolados, planaltos e vastas planícies, tudo há na ilha.

O grupo de ilhas de Mindanau engloba a ilha homónima e o Arquipélago Sulu a sudoeste. Este grupo de ilhas divide-se em seis regiões, que se subdividem em 26 províncias. As seis regiões são:

Região Administrativa Área (km²) População (censo de 2007) Densidade populacional (/km²)
Península de Zamboanga 16 823 3 230 094 192,0
Mindanau do Norte 20 132 3 952 437 196,3
Região de Davao 20 244 4 156 653 205,3
SOCCSKSARGEN 22 466 3 829 081 170,4
CARAGA 21 471 2 293 480 106,8
ARMM* 26 974 4 120 795 152,8
Mindanau (grupo) 128 110 21 582 540 168,4

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia das Filipinas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.