Maomé III de Córdova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Muhammad III de Córdoba)
Ir para: navegação, pesquisa
Maomé III
محمد بن عبد الرحمن بن عبيد الله
15º Califa de Córdova (o 11º omíada)
Governo
Reinado 1024-1024
Antecessor Abderramão V
Sucessor Hisham III
Dinastia Omíadas
Vida
Nome completo Muhammad bin 'Abd ar-Rahman bin 'Obayd Allah
Nascimento 975
Morte 1025 (50 anos)
Filhos Wallada bint al-Mustakfi

Maomé III de Córdova (em árabe: محمد بن عبد الرحمن بن عبيد الله; transl.: Muhammad ibn 'Abd ar-Rahman bin 'Ubayd Allah), dito al-Mustakfi (em árabe: المستكفي), foi um califa de Córdoba, da dinastia omíada. Ele reinou após a morte de Abderramão V, entre 1024 e 1025, quando a população de Córdoba se revoltou contra ele e o forçou a fugir da cidade. Acredita-se que ele tenha sido envenenado aos 50 anos de idade.

História[editar | editar código-fonte]

Ele era filho de Abd al-Rahman, filho de Ubayd Allah, um dos filhos de Abderramão III e, assim como seus antecessores, era bisneto do primeiro califa.

Foi eleito em 17 de janeiro de 1024 pelos amotinados de uma das diversas revoltas que assolavam Córdoba na época. Adotou o título (laqaq) de "al-Mustakfi bi-llah" ("O que se satisfaz com Alá") e, imediatamente, mandou executar seu antecessor e primo Abderramão V.

Péssimo governante, adotou medidas arbitrárias e cruéis que o afastaram do apoio popular. Assim, em 1025, quando teve notícias que Yahya al-Muhtal, um de seus predecessores no trono, estava organizando um exército para tomar Córdoba, decidiu fugir disfarçado de mulher até a Marca Superior, uma zona de fronteira com a capital em Saragoça. Porém, antes de chegar lá foi assassinado em Uclés, em Cuenca.

Ele foi o pai da famosa poeta Wallada bint al-Mustakfi, filha da escrava cristã Amin'am.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Maomé III de Córdova
Precedido por:
Abderramão V
Califa de Córdoba
1024–1025
Sucedido por:
Hisham III

Ligações externas[editar | editar código-fonte]