Nana (mangá)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nana
ナナ
Gênero Romance, drama
Mangá
Autor(es) Ai Yazawa
Editora(s) Shueisha
Editora(s)
lusófona(s)
JBC
Revista(s) Cookie
Público-alvo Josei
Data de publicação 2000 – 2009 (em hiatus)
Volumes 21
Filme
Nana
Direção Kentaro Otani
Estúdio TBS
Lançamento 3 de setembro de 2005
Anime
Direção Morio Asaka
Estúdio Madhouse
Exibição original 5 de abril de 2006 – 27 de março de 2007
Emissoras de TV NTV, Animax
Nº de episódios 47
Filme
Nana 2
Direção Kentaro Otani
Estúdio Toho Company
Lançamento 9 de dezembro de 2006
Projeto Animangá  · Portal Animangá

Nana (ナナ?) é uma série de mangá josei escrita e ilustrada por Ai Yazawa. Foi publicada na revista Cookie através da Shueisha. Duas longa-metragens live-action baseadas na obra foram lançadas em 3 de setembro de 2005 e 9 de dezembro de 2006 respectivamente. A série também recebeu uma adaptação para anime de 47 episódios pelo estúdio Madhouse.

História[editar | editar código-fonte]

Duas garotas chamadas Nana se encontram em um trem rumo a Tóquio por acaso. Depois de uma série de coincidências, elas acabam vivendo juntas em um apartamento de número 707 ("nana" significa "sete" em japonês). Apesar de terem personalidades e ideais diferentes, as duas acabam se tornando amigas "por obra do destino".

Mídia[editar | editar código-fonte]

Mangá[editar | editar código-fonte]

Escrito e ilustrado por Ai Yazawa, os capítulos de Nana foram lançados na revista Cookie em 2000 até junho de 2009, quando a série entrou em hiatus devido a autora estar doente.[1] Yazawa deixou o hospital em abril de 2010 e não especificou se retornaria ao trabalho.[2] Os capítulos foram lançados em 21 volumes tankōbon no Japão pela Shueisha.

Filmes[editar | editar código-fonte]

Foram feitos dois filmes baseados em Nana: o primeiro, Nana, foi lançado em 3 de setembro de 2005. Ele é estrelado por Mika Nakashima como Nana Osaki e Aoi Miyazaki como Nana Komatsu. O filme foi muito bem nas bilheterias japonesas, arrecadando quatro bilhões de ienes e permanecendo no top 10 por várias semanas. A edição em DVD foi lançada em 3 de março de 2006.[3] A sequência, Nana 2, foi lançada em 9 de dezembro de 2006. Aoi Miyazaki e Ryuhei Matsuda não poderiam reprisar seus papéis como Nana Komatsu e Ren Honjo respectivamente, sendo substituídos por Yui Ichikawa e Nobuo Kyou. Algumas localizações do mangá tiveram que ser mudadas para o filme e houve alterações no enredo.[4]

Anime[editar | editar código-fonte]

A adaptação em anime de Nana foi feita pelo estúdio Madhouse e dirigida por Morio Asaka. Composta por 47 episódios, foi ao ar no Japão entre 5 de abril de 2006 e 27 de março de 2007. O anime foi adaptado até o 12º volume tankōbon. De acordo com Junko Kosek, o editor de Nana na Shueisha, e Masao Maruyama, presidente da Madhouse, uma segunda temporada provavelmente irá ao ar após a finalização do mangá.[5]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

  • A voz de canto de Nana Osaki é feita por Anna Tsuchiya (ANNA inspi' NANA ~Black Stones~).
  • A voz de canto de Reira Serizawa é feita por Olivia (OLIVIA inspi' REIRA ~Trapnest~).
Tema de abertura
  1. "rose" por ANNA inspi' NANA ~Black Stones~ (eps 1-22)
  2. "Wish" por OLIVIA inspi' REIRA ~Trapnest~ (eps 23-36)
  3. "Lucy" por ANNA TSUCHIYA inspi' NANA ~Black Stones~ (eps 37-47)
Tema de encerramento
  1. "a little pain" por OLIVIA inspi' REIRA ~Trapnest~ (eps 01-08, 10-18, 41)
  2. "rose" por ANNA inspi' NANA ~Black Stones~ (ep 9)
  3. "Starless Night" por OLIVIA inspi' REIRA ~Trapnest~ (eps 19-29, 42)
  4. "Kuroi Namida" (黒い涙?) por ANNA inspi' NANA ~Black Stones~ (eps 30-40, 47)
  5. "Winter Sleep" por OLIVIA inspi' REIRA ~Trapnest~ (eps 43-44)
  6. "Stand By Me" por ANNA TSUCHIYA inspi' NANA ~Black Stones~ (eps 45-46)
Músicas inseridas
  1. "zero" NANA ~Black Stones~ por ANNA TSUCHIYA inspi' NANA ~Black Stones~ (ep 4)
  2. "Recorded Butterflies" por OLIVIA inspi' REIRA ~Trapnest~ (ep 18)
  3. "Shadow of Love" por OLIVIA inspi' REIRA ~Trapnest~ (ep 32)

Jogo[editar | editar código-fonte]

Um jogo baseado em Nana foi lançado para PlayStation 2 pela Konami em 17 de março de 2005. Um jogo para PlayStation Portable, intitulado Nana: Everything Is Controlled By The Great Demon King!? (ナナ: すべては大魔王のお導き!?, Nana: Subete wa Daimaō no Omichibiki!??) foi lançado em 6 de julho de 2006. Um jogo para Nintendo DS, intitulado Nana: Live Staff Mass Recruiting! Beginners Welcome (ナナ: ライブスタッフ大募集! 初心者歓迎, Nana: Raibu Sutaffu Daiboshū! Shoshinsha Kangei?), foi lançado em junho de 2007.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Os volumes 19 e 20 foram o terceiro e quinto mangás mais vendidos de 2008, respectivamente.[6] Os volumes 1 e 2 estão na lista "As Melhores Novelas Gráficas de 2007 para Adolescentes" da YALSA.[7] Os primeiros doze volumes do mangá venderam mais de 22 milhões cópias.[8] Até 2008, foram vendidas mais de 43,600,000.[9] Em 2002, o mangá ganhou o Shogakukan Manga Award na categoria shōjo.[10]

Referências

  1. Nana's Ai Yazawa Puts Manga on Hold Due to Illness Anime News Network (26-06-2009). Visitado em 30-05-2010.
  2. Nana Manga Creator Ai Yazawa Returns from Hospital Anime News Network (30-05-2010). Visitado em 30-05-2010.
  3. VIZ Pictures Brings Shojo to the Movies Viz Media. Visitado em 19 de fevereiro de 2011.
  4. [ NEWS ] @ Yui Ichikawa Officially Replaces Aoi Miyazaki Nana-nana.net (17-082006-08-17). Visitado em 2012-12-20.
  5. Noticias
  6. 2008's Top-Selling Manga in Japan, #1-25 - News Anime News Network (16-12-2012). Visitado em 20-12-2012.
  7. 2007 Great Graphic Novels for Teens Young Adult Library Services Association American Library Association. Visitado em 4 de junho de 2013.
  8. TBS Nana Movie Website
  9. [ NEWS ] @ "NANA Volume 19" Breaks 2008 Sales Record Nana-nana.net (2008-05-15). Visitado em 2012-12-20.
  10. [1] (em japonês) Shogakukan. Visitado em 19 de agosto de 2007.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]