Nephrops norvegicus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaNephrops norvegicus
Nephrops norvegicus.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante  [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Crustacea
Classe: Malacostraca
Ordem: Decapoda
Família: Nephropidae
Género: Nephrops
Espécie: N. norvegicus
Nome binomial
Nephrops norvegicus
(Linnaeus, 1758)
Sinónimos [2]
  • Cancer norvegicus Linnaeus, 1758
  • Astacus norvegicus Fabricius, 1775
  • Homarus norvegicus Weber, 1795
  • Astacus rugosus Rafinesque, 1814
  • Nephropsis cornubiensis Bate & Rowe, 1880

Nephrops norvegicus (Linnaeus, 1758), conhecida pelos nomes comuns de lagosta-da-noruega ou lagostim (quando em preparações culinárias por vezes referido como langoustine, langostino ou scampi), é uma espécie de lagosta, caracterizada por um corpo esguio de coloração alaranjada a rosada, que pode atingir os 25 cm de comprimento. É objecto de importantes capturas, sendo considerada «o mais importante crustáceo alvo de exploração comercial na Europa»[3] . A espécie é a única remanescente do género Nephrops, já que várias espécies taxonomicamente próximas foram movidas para o género Metanephrops. A sua distribuição natural incluiu o nordeste do Oceano Atlântico e partes do Mediterrâneo, mas está ausente do Mar Báltico e do Mar Negro. Os adultos emergem dos seus abrigos escavados na vasa durante a noite para se alimentarem de vermes e peixes.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A espécie Nephrops norvegicus apresenta a forma corporal típica das lagostaa, apesar de mais esguia do que as espécies maiores do género Homarus[3] . Em geral apresenta uma cor alaranjada pálida tendo os adultos tipicamente 18-20  de comprimento, atingindo excepcionalmente os 25 cm de comprimento, incluindo a cauda e as pinças[4] . O cefalotórax é recoberto por uma carapaça, enquanto o abdómen é longo e segmentado, terminando numa cauda que se alarga em leque[4] . Os primeiros três pares de patas têm garras, das quais o primeiro par são grandemente alongados e apresentam linhas de espinhos[4] . Dos dois pares de antenas, o segundo é mais longo e fino[4] . Há longo rostrum espinhoso e os olhos compostos são em forma de rim, característica que deu o nome ao género (do grego νεφρός nephros, "rim"; e ops, "olho")[3] .

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Notas

  1. Lista Vermelha da IUCN (em inglês) — {{{título}}} Acedido em {{{data}}}.
  2. Lipke B. Holthuis. FAO Species Catalogue, Volume 13. Marine Lobsters of the World. [S.l.]: Food and Agriculture Organization, 1991. ISBN 92-5-103027-8
  3. a b c Mike C. Bell, Frank Redant & Ian Tuck. In: Bruce F. Phillips. Lobsters: Biology, Management, Aquaculture and Fisheries. [S.l.]: Wiley-Blackwell, 2006. 412–461 pp. ISBN 9781405126571
  4. a b c d Norway lobster - Nephrops norvegicus Biodiversity and Conservation. Marine Life Information Network. Página visitada em December 1, 2010.