Norman McLaren

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Norman McLaren
Nascimento 11 de abril de 1914
Stirling, Escócia
Morte 27 de janeiro de 1987 (72 anos)
Montreal, Canadá
Ocupação Diretor

Norman McLaren (Stirling, 11 de abril de 1914Montreal, 26 de janeiro de 1987) foi um dos mais importantes animadores escoceses voltados para a animação artística, teve a maioria de seus trabalhos patrocinado pela "Secretaria Nacional de Cinema do Canadá", onde realizou grandes obras. Uma das técnicas pela qual ficou consagrado foi a de fazer animação direto na película, riscando e desenhando, tudo isso ao som de jazz, do qual era muito fã.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido na Escócia, entrou na faculdade de Belas Artes de Glasgow em 1932 e rapidamente desenvolveu uma paixão pela sétima arte.

Começou sua carreira de diretor de filmes em 1934, e já no ano seguinte dois de seus filmes ganharam prêmios no festival amador de cinema da Escócia, e pela grande qualidade impressionou um dos membros do júri que o chamou para trabalhar na General Post Office Film Unit in London, local onde Len Lye (animador que usou técnicas semelhantes) trabalhou também, mas os dois não chegaram a se conhecer.

Durante a guerra civil espanhola, em 1936, McLaren trabalhou como cameraman na Espanha. Tal experiência o assombrou e, percebendo a iminência da guerra, mudou-se para os Estados Unidos em 1939.

Em 1941 McLaren juntou-se ao NFB criando suas obras mais famosas. Sua obra-prima foi Neighbours (Vizinhos), de 1952, que mostra a irracionalidade do homem através de uma mensagem política, contra a violência. Foi premiado com o Oscar de melhor curta-metragem em live action de 1953.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre cineastas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.