O Fim da Infância

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Fim da Infância (em inglês, Childhood's End) é um livro de ficção científica escrito pelo autor britânico Arthur C. Clarke e publicado em 1953. A enredo gira em torno de uma invasão alienígena pacífica da Terra que ocorre durante a Guerra Fria. O planeta passa a ser governado pelos misteriosos Senhores Supremos, que conduzem a humanidade a um período de paz e prosperidade. Contudo, os invasores não permitem que ninguém os vejam e impedem a exploração espacial pela raça humana, o que gera certos focos de resistência.

O livro utiliza-se do mistério como ingrediente principal da trama: "por que esses visitantes nunca saem de suas naves?", "Qual seria sua forma física?", "Será que vieram de um outro planeta desolado e não têm outro lugar para onde ir?", "Será que são orgânicos ou são computadores construídos por uma espécie, há muito esquecida, para explorar o universo?", "Ou serão humanos que visitaram a Terra milhões de anos atrás, deixando aqui alguns dos seus (ou dos nossos?) e agora vieram salvar seus filhos da destruição nuclear?".

E quando algum desses mistérios é desvendado, eles parecem também se multiplicarem, revelando outros muitos para serem explicados. Mas o grande mistério permeia a trama até quase a última página: "Por que eles estão aqui?". Ainda assim, eles permanecem por mais de 150 anos.

No transcurso de sua estadia, profundas mudanças ocorrem na sociedade: é criado o Estado Mundial; são abolidas as forças armadas (o que duplica a riqueza do mundo); as máquinas encarregam-se sozinhas da produção de praticamente todos os bens e serviços; os homens passam a se dedicar exclusivamente a atividades de seu genuíno interesse... e a ciência e a arte, criativas, praticamente desaparecem.



Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.