Obelisco de Luxor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Obelisco de Luxor
Paris 035..jpg
Patrocinador Ramsés II
Construção XIX dinastia egípcia
Material granito vermelho (de Assuão)
Inscrições hieróglifos de Ramsés II
Peso 230 toneladas
Altura 23 metros
Local original Templo de Luxor
Local atual França Paris, França
Transportado por Luís Filipe I
Data de instalação 25 de outubro de 1836

O Obelisco de Luxor (em francês:Obélisque de Louxor) é um milenar obelisco egípcio de 23 metros de altura colocado no centro da Praça da Concórdia, retirado do Templo de Luxor.

História[editar | editar código-fonte]

Pintura que retrata a colocação do Obelisco.

O obelisco de 3 300 anos de existência marcava a entrada do imponente Templo de Luxor e mais tarde o vice-rei do Egito, Mehmet Ali, ofereceu dois obeliscos ao povo francês em 1829. Porém somente um deles chegou a França devido a tecnologia da época.

Detalhe do Obelisco de Luxor.

O obelisco chegou em Paris em 21 de dezembro de 1833. Três anos depois em 25 de outubro de 1836, o rei Luís Filipe colocou-o no centro da Place de la Concórdia, no local antes ocupado pela guilhotina durante a Revolução Francesa. Foi erguido pelo arquiteto Apollinaire Lebas com a ajuda de máquinas de elevação semelhantes as utilizadas no projeto de Bernini.

Diz-se que o rei e a família real não apareceram em público até o dia da inauguração do obelisco, em decorrência da má fama que o rei exercia entre os poulares daquele período.

Características[editar | editar código-fonte]

Feito a partir de granito rosa extraído de Assuão, o obelisco de Luxor possui aproximadamente 23 metros de altura e 230 toneladas. É decorado com centenas de hieróglifos referentes ao Faraó Ramsés II.

Informações[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. One participant recounts (in French) her experience, and a photo is shown at [1]