Ortodromia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ortodrómicas traçadas sobre uma esfera.

Ortodromia é a linha que une dois pontos à superfície da Terra, à qual corresponde o caminho mais curto entre eles. Este é o sentido normalmente atribuído no âmbito da navegação marítima ou aérea. Formalmente, uma ortodromia é a deformação do círculo máximo quando plotado sobre uma representação planisférica da Terra. já numa superfície esférica, a ortodromia cobre a seçao de um círculo máximo que divide um elipsoide de revolução em dois hemisferios. Carograficamente é uma linha torsa, isto é, uma linha que não pode ser assente sobre um plano.




A ortodromia e a navegação[editar | editar código-fonte]

Entre dois pontos quaisquer da superfície terrestre podem traçar-se dois tipos de rotas distintas: a ortodromia, que minimiza a distância entre eles; e a loxodromia, que mantém constante o rumo, isto é, o ângulo entre o caminho seguido e os meridianos. Caso os pontos estejam separados por um arco de 180º (isto é, sejam antípodas), existe uma infinidade de rotas ortodrómicas que os ligam, pelo que, esquecendo outras considerações, em qualquer direcção que se partir, se a rota for mantida, chega-se igualmente ao outro ponto. A ortodromia pura tem o inconveniente de necessitar de correcções constantes de rumo, já que o ângulo com cada meridiano é sempre diferente, excepto quando a viagem se faça sobre o Equador ou ao longo de um meridiano.

Em navegação marítima, a ortodromia só é utilizada em circunstâncias especiais e em trajectos muito longos, quando o factor tempo seja decisivo, o que não acontece na navegação aérea. Em qualquer dos casos, a sua aplicação prática é concretizada através de um conjunto de segmentos de loxodromia, isto é, de segmentos a rumo constante entre pontos intermédios escolhidos ao longo da rota. Outro inconveniente deste tipo de trajecto reside no facto de as ortodromias entre pontos distantes atingirem muitas vezes latitudes elevadas, onde a ocorrência de gelo e de condições atmosféricas adversas é frequente. Nestes casos, é sempre possível optar-se por uma rota mista, constituída por dois segmentos de ortodromia, que ligam os pontos de partida e de chegada a um certo paralelo limite, e um segmento de loxodromia intermédio, ao rumo este ou oeste, ao longo desse paralelo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • GASPAR, Joaquim Alves (2005) - Cartas e Projecções Cartográficas. 3.ª Edição. Lisboa: Lidel - Edições Técnicas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]