Partido da Cruz Flechada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do partido.

O Partido da Cruz Flechada (em húngaro: Nyilaskeresztes Párt – Hungarista Mozgalom, literalmente "Partido da Cruz Flechada-Movimento Húngaro") foi um partido nacional socialista, fascista, pró-alemão e antissemita, semelhante ao Partido Nazista; era liderado por Ferenc Szálasi, que conduziu na Hungria a um governo conhecido como Governo de Unidade Nacional de 15 de outubro de 1944 a 28 de março de 1945. Durante o seu curto governo, de dez a quinze mil pessoas (os judeus) foram assassinados de imediato,[1] e 80.000 pessoas, incluindo muitas mulheres, crianças e idosos, foram deportados da Hungria para a morte no campo de concentração de Auschwitz.[2] Após a guerra, Szálasi e outros líderes da Cruz Flechada foram julgados como criminosos de guerra pelos tribunais soviéticos.

Formação[editar | editar código-fonte]

Desfile dos membros da Cruz Flechada, Budapeste, outubro de 1944.

O partido foi fundado por Szálasi em 1935 como Partido da Vontade Nacional, mas foi proibido dois anos mais tarde por seu radicalismo violento. Teve suas origens na filosofia política dos extremistas pró-alemães, como Gyula Gömbös que cunhou o termo "nacional socialismo" na década de 1920.[3] Foi reconstituído em 1939 como o Partido da Cruz Flechada, sob o modelo explícito do Partido Nazista alemão. Sua iconografia era claramente inspirada pelos nazistas: o emblema da cruz com setas era um antigo símbolo tribal magiar que representava a pureza racial dos húngaros de forma semelhante como a suástica era o mesmo para a raça ariana da ideologia defendida pelos nacionais-socialistas na Alemanha.

Referências

  1. Patai, Raphael. The Jews of Hungary:History, Culture, Psychology. 590: Wayne State University Press, 1996. 730 pp. ISBN 0814325610.
  2. Johnston, Chris (2006-02-16). War Crime Suspect Admits to his Leading Fascist Role The Age. Visitado em 2009 abril 19.
  3. Miklos Molnar, 'A Concise History of Hungary

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • M. Lackó, Arrow-Cross Men, National Socialists 1935-1944 (Budapest, Akadémiai Kiadó 1969)