Paul Verhoeven

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paul Verhoeven
Paul Verhoeven em 2006
Nascimento 18 de julho de 1938 (76 anos)
Amsterdã
Nacionalidade Países Baixos neerlandesa
Ocupação cineasta, roteirista e produtor
Cônjuge Martine Tours (1967-atualidade)
Atividade 1960 - atualidade

Paul Verhoeven (Amsterdã, 18 de julho de 1938) é um diretor de cinema dos Países Baixos.

Formou-se em Matemática e Física na Universidade de Leida. Iniciou sua carreira no cinema dirigindo documentários para a Marinha dos Países Baixos e para canais de TV locais[1] [2] .

Verhoeven é conhecido por fazer filmes violentos ou de forte conteúdo erótico, sejam dramas ou ficção científica. Suas obras mais conhecidas são os filmes RoboCop (1987), Total Recall (1990), Starship Troopers (1997) e Basic Instinct (1992)[3] .

Foi o primeiro diretor a receber pessoalmente o prêmio Framboesa de Ouro de pior filme do ano por Showgirls[4] . Este filme, por seu conteúdo erótico, foi muito mal recebido pela crítica, mas se tornou um cult. Ao dar entrevistas sobre por que foi receber o "prêmio", disse que era uma crítica construtiva e não uma chacota. O filme seguinte, Starship Troopers, baseado no livro homônimo de Robert A. Heinlein, também causou polêmica, com opiniões divergentes entre os fãs do escritor.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • Ganhou o Framboesa de Ouro de Pior Diretor, por "Showgirls" (1995).


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Paul Verhoeven
Ícone de esboço Este artigo sobre cineastas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.