Pomelo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde Julho de 2009).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Julho de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Como ler uma caixa taxonómicaPomelo
Citrus grandis - Honey White.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Sapindales
Família: Rutaceae
Género: Citrus
Espécie: C. maxima
Nome binomial
Citrus maxima
L.

A cimboa (Citrus maxima), também chamada pomelo, laranja-natal, ou confundida com seu cruzamento com a laranja-doce comum, a toranja (a toranja verdadeira, ou grapefruit, possui polpa mais vermelha, casca menos grossa e é menor) é uma fruta cítrica, fruto de uma árvore da família Rutaceae com 5 a 8 m de altura que vegeta e produz satisfatoriamente em regiões das mais variadas condições ecológicas. Parece ser uma antiga espécie selvagem, nativa do Sudeste Asiático, incluindo da Malásia. Os frutos podem ser consumidos ao natural, prestando-se para a industrialização, de onde resultam diferentes produtos, como sucos, óleos essenciais e pectina.

Esta é a maior das frutas cítricas, e pode pesar até entre um e dois quilos.

Cultivares[editar | editar código-fonte]

Marsh Seedless (exportação, mercado interno para o consumo in natural) e indústria.

Especificações técnicas[editar | editar código-fonte]

Época de plantio: nas chuvas ou, quando fora desse período, com irrigação.

Espaçamento: 9 x 6rn.

Plantio de mudas: 185/hectare.

Controle da erosão: plantio em curvas de nível e gradeação em ruas alternadas, nos maiores declives, ou o uso de roçadeira no período mais chuvoso.

Calagem e adubação: v. laranja.

Irrigação: no plantio, até o pegamento, e suplementar, quando possível.

Outros tratos culturais: capinas mecânicas no período seco e roçadeira no chuvoso, e coroação manual ou com herbicidas.

Controle de pragas e moléstias: devido à complexidade do controle de moléstias e pragas, recomenda-se a consulta ao boletim n° 165, "CITROS - Recomendações para o controle das principais pragas e doenças em pomares do Estado de São Paulo", editado pela CATI.

Colheita: julho-setembro no Brasil / fevereiro-março em Portugal. Para o grupo das cimboas, o número de meses necessários para o completo desenvolvimento e maturação dos frutos varia de acordo com os diferentes cultivares, aproximadamente entre 11 e 13 meses, a partir do florescimento. O momento exato de colheita, em geral, é determinado por duas maneiras. Para a utilização industrial, efetuar periodicamente análises dos frutos, para determinar a qualidade de suco, brix e acidez. Colher os frutos quando atingirem os índices mínimos exigidos pela indústria para que possam ser processados. A segunda maneira, de caráter prático e utilizada em grande escala, baseia-se no aspecto externo dos frutos, mediante observações visuais de seu desenvolvimento. de sua coloração externa e interna (característica para cada cultivar) e de sua palatabilidade. Efetuar a colheita manualmente.

Produtividade normal: 120–200 kg de frutos/planta.

Observações: plantar mudas vigorosas e procurar diversificar os porta-enxertos através da utilização de laranja Caipira ou tangerina Cleópatra. Deficiências de zinco, manganês e boro são corrigidas na primavera-verão, com duas pulverizações foliares, contendo, cada uma, sulfato de zinco a 0,25%, sulfato de manganês a 0,15% de bórax a 0,05%. As fontes de micronutrientes podem ser substituídas por formulações quelatizadas. O melhor clima para as cimboas é o quente, do Norte do Estado, com irrigação, ou do litoral. Em climas frescos, a qualidade dos frutos é inferior.

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

A cimboa combina a forma de uma laranja grande e a cor amarela de um limão, ainda que também existam variedades de cor verde, semelhante à pele de uma lima. A tonalidade de sua polpa é variada e atrativa e vai do amarelo ao roxo, passando pelo alaranjado. Mas um fator importante é que esta polpa é rica em carotenóides, pigmentos que lhe conferem a cor alaranjado-arroxeado.

Quanto mais escuro o tom da polpa, maior é a concentração destes pigmentos. Os carotenóides destacam-se no campo da nutrição por sua função antioxidante, e consequentemente, exercem uma ação preventiva nas doenças cardiovasculares.

Além dos carotenóides, a cimboa também é, como os demais citros, rico em vitamina C, que possui funções importantes em nosso organismo, entre as quais o fortalecimento do sistema imunológico. A cimboa possui um sabor menos doce que o da laranja, menos ácido que o do limão e algo de amargo, mas pode ser saboreado fresco, forma em que se aproveita também os benefícios de sua fibra, rica em pectina, ou em suco, podendo ser ainda combinado com o suco de laranja.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]


Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Pomelo