Prémio Pulitzer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Prêmio Pulitzer
A medalha de ouro ganha por Serviço Público em Jornalismo
Descrição Excelência em jornalismo impresso, realizações literárias e composições musicais
Apresentação Universidade de Colúmbia
País  Estados Unidos
Primeira cerimónia 1917
Página oficial

O Prêmio Pulitzer é um prêmio norte-americano outorgado a pessoas que realizem trabalhos de excelência na área do jornalismo, literatura e música. É administrado pela Universidade de Colúmbia em Nova York. Foi criado em 1917 por desejo de Joseph Pulitzer que, na altura da sua morte, deixou dinheiro à Universidade de Colúmbia. Parte do dinheiro foi usada para começar o curso de jornalismo na universidade em 1912.

O primeiro Prêmio Pulitzer foi dado em 4 de Junho de 1917, e é anunciado sempre em abril. Os indicados são escolhidos por uma banca independente.

Os prêmios são anuais e divididos em 21 categorias. Em vinte delas, os vencedores recebem um prêmio de dez mil dólares em dinheiro e um certificado. O vencedor na categoria Serviço público de Jornalismo ganha uma medalha de ouro; o prêmio de Serviço Público é sempre dado a um jornal, não a um indivíduo, mesmo que um indivíduo seja citado.

Apenas matérias e fotografias publicadas por jornais nos Estados Unidos são elegíveis pelo prêmio de jornalismo.

No Brasil, um dos equivalentes ao prêmio Pulitzer é o Prêmio Esso.

Categorias[editar | editar código-fonte]

  • Serviço Público
  • Furo de reportagem
  • Reportagem investigativa
  • Reportagem explicativa
  • Reportagem de denúncia
  • Reportagem nacional
  • Reportagem internacional
  • Reportagem especial
  • Comentário
  • Crítica
  • Editorial
  • Projeto editorial
  • Reportagem fotográfica
  • Fotografia
  • Ficção
  • Drama
  • História
  • Poesia
  • Ensaio
  • Música
  • Homenagens

O Prêmio Pulitzer e a cultura popular[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]