Prêmio Esso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Prêmio Esso de Jornalismo, anteriormente denominado Prêmio Esso de Reportagem, é a mais importante distinção conferida a profissionais de imprensa no Brasil. O prêmio, patrocinado pela Esso Brasileira de Petróleo, é concedido anualmente a jornalistas e veículos de comunicação que se destaquem com reportagens e outros trabalhos de mídia ao longo do ano.

História[editar | editar código-fonte]

A premiação vem ocorrendo ininterruptamente desde 1955. 1 Desde então, segundo a empresa, concorreram ao Prêmio Esso mais de 27 mil trabalhos jornalísticos. Ainda segundo o website da instituição:

"O Prêmio Esso vem promovendo o reconhecimento do mérito dos profissionais de Imprensa através da indicação e escolha dos melhores trabalhos publicados em jornais e revistas, segundo o julgamento de comissões independentes formadas exclusivamente por jornalistas e especialistas da área de Comunicação. Desde 2001, vem distingüindo também o melhor trabalho de jornalismo em televisão, com a concessão do Prêmio Esso Especial de Telejornalismo."

O prêmio - um troféu e mais R$ 30.000,00 (valor de 2011) - é atribuído "ao melhor trabalho publicado na imprensa" (jornalismo impresso). Outras categorias são premiadas com valores de R$ 3.000,00 a R$ 20.000,00, além de certificados. Há categorias nacionais e regionais. Os vencedores são preliminarmente selecionados por júris de 25 profissionais de cada categoria e depois escolhidos por uma comissão de premiação composta de cinco pessoas. As comissões são sempre "integradas exclusivamente por profissionais de comunicação", de acordo com a empresa.

A premiação destinada à mídia impressa está dividida em 11 categorias. Completam o elenco de premiações o prêmio principal, que leva o nome do programa e, mais recentemente, o Prêmio Esso de Telejornalismo, destinado ao melhor trabalho jornalístico de televisão. Os prêmios são oferecidos somente aos concorrentes que se inscrevem voluntariamente.

A Esso também teve importância na história do jornalismo brasileiro por patrocinar, durante mais de 30 anos, o programa Repórter Esso no rádio e na televisão.

Categorias[editar | editar código-fonte]

Em 2011, o Prêmio Esso possuía 13 categorias, além de uma premiação especial dedicada à contribuição à imprensa 2

Prêmio Esso de Jornalismo[editar | editar código-fonte]

A categoria principal do prêmio não possuiu finalistas. O trabalho vencedor é escolhido dentre todos os finalistas de todas as demais categorias como o melhor que foi produzido por jornais impressos e revistas naquele ano. O vencedor recebe um diploma e R$30 mil. Trata-se da maior distinção do jornalismo brasileiro.

Prêmio Esso de Reportagem[editar | editar código-fonte]

Cinco trabalho de reportagem tema-livre dentre os inscritos são indicados nesta categoria. Uma comissão de jurados elegem o melhor que recebe um diploma e R$ 10 mil. É a segunda mais importante categoria do prêmio.

Prêmio Esso Especial de Telejornalismo[editar | editar código-fonte]

Cinco trabalhos de TV de tema-livre dentre os inscritos são indicados nesta categoria. Uma comissão específica formada por professores universitários e profissionais elegem o melhor que recebe um diploma e R$ 20 mil. Trata-se da maior distinção do telejornalismo brasileiro.

Prêmio Esso de Fotografia[editar | editar código-fonte]

Assim como a maioria das demais categorias, um grupo de jurados elege as cinco melhores fotografias dentre as inscritas. Diferente das demais, nessa categoria uma ampla gama de fotógrafos de experiência comprovada vota pela internet para escolher a foto vencedora que recebe um diploma e R$ 10 mil.

Categorias Temáticas[editar | editar código-fonte]

Neste grupo, incluem-se as categorias nas quais podem concorrer reportagens produzidas por veículos impressos de todo o país, mas que versam sobre temas específicos.

  • Prêmio Esso de Informação Econômica: Dado a melhor reportagem de jornal ou revista do país versando sobre questões econômicas. O prêmio são R$5 mil e um diploma.
  • Prêmio Esso de Informação Científica, Tecnológica e Ambiental:Dado a melhor reportagem de jornal ou revista do país versando sobre questões cientificas, tecnológicas e ambientais. O prêmio são R$5 mil e um diploma. Inicialmente a categoria não incluía reportagens ambientais, mas com o crescimento desta área do jornalismo, em 2000 os temas de meio ambiente também passaram a ser contemplatos.
  • Prêmio Esso de Educação:Criada em 2011, a mais recente categoria do Prêmio Esso é dedicada à reportagens sobre os problemas e desafios da educação brasileira. O prêmio são R$5 mil e um diploma.3

Prêmios regionais[editar | editar código-fonte]

Para premiar também as melhores reportagens produzidas em cada região do país foram criadas as categorias regionais. Em cada uma das categorias o prêmio era de 3 mil reais e um diploma. Já houve várias mudança entre o agrupamento dos estados em cada grupo. Em 2011 a divisão era:

Categoria Região da sede do jornal
Norte/Nordeste Acre, Rondônia, Roraima, Amapá, Amazonas, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia e Espírito Santo
Centro-Oeste Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal
Sul Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul
Sudeste Rio de Janeiro e São Paulo

Categorias Gráficas[editar | editar código-fonte]

Neste grupo, incluem-se as categorias destinadas à infográficos, e outros elementos gráficos dos jornais. Em todas o prêmio em 2011 era R$5 mil e um diploma.

  • Prêmio Esso de Primeira Página: Dado a melhor página de abertura do jornal. Inclui manchete e fotos de capa.
  • Prêmio Esso de Criação Gráfica - Jornal: Dado a mais bem produzida graficamente reportagem em jornal.
  • Prêmio Esso de Criação Gráfica - Revista: Dado a mais bem produzida graficamente reportagem em revista.

Vencedores[editar | editar código-fonte]

De acordo com a empresa, até hoje já concorreram mais de 28 mil trabalhos jornalísticos, entre reportagens, matérias, crônicas e afins. O prêmio tem alta reputação e credibilidade, e os profissionais vencedores de um Prêmio Esso até hoje gozam de grande prestígio na imprensa brasileira.

Referências