Cinegrafista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O cinegrafista é o profissional responsável pelo manuseio de câmera de filmagem ou vídeo.[1] Em cinema, o operador de câmera é profissional responsável pelo manuseio de câmera de vídeo sob a supervisão de um diretor, tendo habilitação na graduação em radio e televisão. Já o repórter cinematográfico é o profissional responsável pelo manuseio de câmera de vídeo afim de capturar imagens para serem usadas em reportagens, sendo habilitado na graduação em jornalismo.

Depende da sensibilidade deste profissional o resultado de um bom trabalho jornalístico, por isso ele deve captar nas imagens não apenas as ações, mas as emoções, sendo que os detalhes que vão fazer a diferença. Para se ter uma ideia da importância do cinegrafista para as reportagens basta dizer que o telespectador vê os acontecimentos distantes de si através dos olhos do cinegrafista. Geralmente quando assistimos a um documentário ou reportagem não foi somente o texto do repórter que deu o brilho ao resultado, mas também a competência do cinegrafista para captar a essência desse casamento entre texto e imagem.

Legalmente cabe exclusivamente ao repórter cinematográfico (jornalista) registrar cinematograficamente e produzir as matérias solicitadas de quaisquer fatos ou assuntos de interesse jornalístico. Operador de câmera é radialista e empregado de radiodifusão exercente de atividades voltadas à administração produção ou técnica em estúdio de TV, não grava reportagens externas, mesmo no estúdio não tem autonomia para ângulos ou enquadramentos, sua atribuição é opera câmeras seguindo orientações que escuta num ponto eletrônico de um diretor de imagens, trabalha em programas, tele-jornais e shows gravados ou transmitidos ao vivo.

Referências

  1. HOUAISS, Antônio. Minidicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2008. 917 p.
Ícone de esboço Este artigo sobre televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.