Primeira República do Turquestão Oriental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
شەرقىي تۈركىستان ئىسلام جۇمھۇرىيىتى
República Islâmica do Turquestão Oriental

Estado não reconhecido, reconquistado pela República da China pelo Kuomintang

Flag of the Republic of China.svg
1933 – 1934 Flag of the Republic of China.svg

Bandeira de Turquestão Oriental

Bandeira

Localização de Turquestão Oriental
Continente Ásia
Capital Kashgar
Religião Islã sunita
Governo república islâmica
Presidente
 • 1933–1934 Khoja Niyaz
Sabit Damulla Abdulbaki
Emir
 • 1933–1934 Muhammad Amin Bughra
Período histórico período entre-guerras
 • 1933 Fundação
 • 1934 Dissolução

A Primeira República do Turquestão Oriental (RTO), ou República Islâmica Turca do Turquestão Oriental (RITTO), ou República do Uiguristão, foi uma república islâmica separatista de curta duração fundada em 1933.[1] Foi centrada na cidade de Kashgar, no atual Xinjiang, região administrada pela República Popular da China. Embora derivado principalmente de aspirações separatistas, nacionalistas e islâmicas das populações uigures da região, a República do Turquestão Oriental era multi-étnica, incluindo cazaques, quirguizes, turcos e outras minorias em seu governo e seu povo.

Com o saque de Kashgar em 1934, pelos senhores da guerra Hui, teoricamente aliados com governo do Kuomintang em Nanjing, a Primeira República do Turquestão Oriental foi completamente eliminada. Seu exemplo, entretanto, serviu em certa medida como a inspiração para a criação de uma Segunda República do Turquestão Oriental uma década mais tarde, e continua a influenciar o apoio ao nacionalismo moderno dos uigures para a criação de um Estado independente no Turquestão Oriental. Isa Alptekin foi o Secretário-Geral da Primeira República do Turquestão Oriental.

Devido a sua independência ocorerram as batalhas de Aksu, Sekes Tash, Kashgar, Toksun e Yangi Hissar.

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • James A. Millward and Nabijan Tursun, "Political History and Strategies of Control, 1884-1978" in Xinjiang: China's Muslim Borderland (ISBN 0-7656-1318-2).
  • Michael Zrazhevsky, " Russian Cossacks in Sinkiang ". Almanach " The Third Rome ", Russia, Moscou, 2001
  • Sven Gedin, " The flight of Big Horse ". New York, États-Unis, 1936
  • Burhan S. 鲍尔汗, Xinjiang wushi nian 新疆五十年 [Fifty Years in Xinjiang], (Beijing, Wenshi ziliao, 1984).
  • Clubb, O. E., China and Russia: The 'Great Game’. (NY, Columbia, 1971).
  • Forbes, A. D. W. Warlords and Muslims in Chinese Central Asia: À Political History of Republic Sinkiang, 1911-1949 (Cambridge, Cambridge University Press, 1986).
  • Hasiotis, A. C. Jr. Soviet Political, Economic and Military Involvement in Sinkiang from 1928 to 1949 (NY, Garland, 1987).
  • Khakimbaev A. A., 'Nekotorye Osobennosti Natsional’no-Osvoboditel’nogo Dvizheniya Narodov Sin’tszyana v 30-kh i 40-kh godakh XX veka' [Some Characters of the National-Liberation Movement of the Xinjiang Peoples in 1930s and 1940s], in Materially Mezhdunarodnoi Konferentsii po Problemam Istorii Kitaya v Noveishchee Vremya, Aprel’ 1977, Problemy Kitaya (Moscow, 1978) p. 113–118.
  • Lattimore, O., Pivot of Asia: Sinkiang and the Inner Asian Frontiers of China (Boston, Little, Brown & Co., 1950).
  • Rakhimov, T. R. 'Mesto Bostochno-Turkestanskoi Respubliki (VTR) v Natsional’no-Osvoboditel’noi Bor’be Narodov Kitaya' [Role of the Eastern Turkestan Republic (ETR) in the National Liberation Struggle of the Peoples in China], A paper presented at 2-ya Nauchnaya Konferentsiya po Problemam Istorii Kitaya v Noveishchee Vremya, (Moscow, 1977), p. 68–70.
  • David D. Wang, 'The USSR and the Establishment of the Eastern Turkestan Republic in Xinjiang', Journal of Institute of Modern History, Academia Sinica, Taipei, vol.25 (1996) p. 337–378.
  • Whiting, A. S., and Sheng Shih-ts’ai, Sinkiang: Pawn or Pivot? (Michigan, East Lansing, 1958).