Raffaele Scapinelli di Leguigno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Raffaele Scapinelli di Leguigno
Cardeal da Santa Igreja Romana
Datário de Sua Santidade

Título

Cardeal-presbítero de São Jerônimo dos Croatas
Ordenação e Nomeação
Ordenação Presbiteral 1884
Nomeado Arcebispo 25 de fevereiro de 1912
Cardinalato
Criação 6 de dezembro de 1915, pelo Papa Bento XV
Brasão
CardinalCoA PioM.svg
Dados Pessoais
Nascimento Modena
25 de abril de 1858
Falecimento Forte dei Marmi
16 de setembro de 1933 (75 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Raffaele Scapinelli di Leguigno (Módena, 25 de abril de 1858 - Forte dei Marmi, 16 de setembro de 1933) foi sacerdote da Igreja Católica, Cardeal e Núncio Apostólico na Áustria-Hungria.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1887, ingressou como um aluno na Pontifícia Academia Eclesiástica de Roma. Em 16 de dezembro de 1907 integrava a Secretaria da Congregação para Assuntos Eclesiásticos Extraordinários. Em 1908 tornou-se secretário desta congregação. Em 27 de janeiro de 1912 foi nomeado Núncio em Viena, recebendo o título de arcebispo-titular de Laodicea ad Libanum. A partir de 12 a 15 de setembro de 1912 foi realizada em Viena o XXIII Congresso Eucarístico Internacional. A sua nunciatura foi especialmente marcada pela eclosão da Primeira Guerra Mundial, durante este período teve como auxiliar a Mons. Pacelli, futuro Papa Pio XII. O Papa Bento XV tentou em vão convencer o imperador austríaco a fazer concessões territoriais à Itália sob a forma de transferência do Trentino para o Reino de Itália.

No dia 6 de dezembro de 1915 foi criado Cardeal e no dia seguinte recebeu o barrete cardinalício e o título de Cardeal-presbítero de São Jerônimo dos Croatas, deixando Viena no final de 1916. Nestes tempos tratou de muito problemas da guerra: a situação dos prisioneiros de guerra italianos, bombardeamento de alvos civis e troca de prisioneiros de guerra. Em 19 de dezembro de 1918, tornou-se prefeito da Sagrada Congregação dos Religiosos, cargo que exereceu até 6 de março de 1920. Participou do conclave de 1922 que elegeu o Papa Pio XI. Em 22 de julho de 1930, foi nomeado Datário de Sua Santidade.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Gonzalo Herrera Olivares
Brasão episcopal
arcebispo-titular de Laodicea ad Libanum

19121915
Sucedido por
Giovanni Battista Scapinelli di Léguigno
Precedido por
Alessandro Bavona
Flag of the Vatican City.svg
Núncio apostólico em Áustria-Hungria

19121916
Sucedido por
Teodoro Valfrè di Bonzo
Precedido por
František Salesky Bauer
Cardeal
Cardeal-presbítero de São Jerônimo dos Croatas

19151933
Sucedido por
Santiago Luis Copello
Precedido por
Giulio Tonti
Coat of arms of the Vatican City.svg
Prefeito da Sagrada Congregação dos Religiosos

19181920
Sucedido por
Teodoro Valfrè di Bonzo
Precedido por
Vicenzo Vannutelli
Coat of arms of the Vatican City.svg
Datário de Sua Santidade

19301933
Sucedido por
Luigi Capotosti