Realismo platônico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido de en:Platonic realism. Ajude e colabore com a tradução.
Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Filosofia
Platão
Πλάτων
Busto de Platão
Nascimento 428/27 a.C.
Atenas, Grécia Antiga
Morte 348/347 a.C.
Atenas
Ocupação Filósofo
Influências
Influenciados
Escola/tradição Platonismo
Principais interesses Retórica, Arte, Literatura, Epistemologia, Justiça, Virtude, Política, Educação, Militarismo, Filosofia

Realismo platônico é um termo filosófico usado para se referir ao realismo em relação à existência de "universais", conforme o filósofo Platão (427 a.C. - 347 a.C.), discípulo de Sócrates e mestre de Aristóteles. Como os Universais eram considerados por Platão formas ideais, eles também são chamados de Idealismo platônico.

Universais[editar | editar código-fonte]

Para o Realismo platônico os Universais não existem da forma como os objetos físicos existe, mas são considerados como possuindo uma forma divina de existência.

Teorias dos universais[editar | editar código-fonte]

As teoria dos universais, incluindo o Realismo platônico, são desafiadas a satisfazer certos limitações 1

Formas[editar | editar código-fonte]

Um tipo de universal definido por Platão é a forma ou a ideia.

Particularidades[editar | editar código-fonte]

No Realismo platônico, formas são relacionadas com particulares (intâncias de objetos e propriedades) de tal modo que um particular é visto como uma cópia da sua forma. Por exemplo, diz-se que uma maçã em particular é uma cópia da "classe maçã" e sua cor vermelha, por exemplo, é uma instância da tonalidade vermelha.

Críticas[editar | editar código-fonte]

Duas críticas ao Realismo platônico se relacionam com inherence2 . Apesar das críticas, no entanto, o Realismo platônico tem veementes defensores. Sua popularidade através dos tempos é cíclica.

Crítica à inerência[editar | editar código-fonte]

Crítica ao conceito sem sentido-percepção[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Sriraman, B. (2004). The influence of Platonism on mathematics research and theological beliefs. Theology and Science, vol. 2, no.1, pp. 131-147
  • [1]
  1. (em inglês)en:problem of universals
  2. (em inglês)en:inherence
  3. (em inglês)simple:Substance
  4. (em inglês)en:Universal (metaphysics)
  5. (em inglês)en:Inherence