Ring of the Nibelungs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ring of the Nibelungs
O Reino do Anel (PT)
A Maldição do Anel (BR)
 Alemanha
2004 • cor • 184 min 
Direção Uli Edel
Roteiro Diane Duane
Peter Morwood
Elenco Benno Fürmann
Kristanna Loken
Alicia Witt
Género aventura épica
Idioma alemão
Página no IMDb (em inglês)

'Ring of the Nibelungs (O Anel dos Nibelungos (título no Brasil) ou O Reino do Anel (título em Portugal)) é um filme e mini-série de fantasia de 2004 baseado no poema épico alemão Nibelungenlied dirigido por Uli Edel.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Dubladores brasileiros[editar | editar código-fonte]

  • Hagen - Leonardo Camilo
  • Gunther - Luiz Laffey
  • Giselher - Fábio Lucindo
  • Brunhild - Letícia Quinto
  • Kremhild - Márcia Regina

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A história se passa na época em que os europeus haviam mudado de religião, abandonando as crenças pagãs e adotando o cristianismo. O filme foi dividido em três partes e compreende a vida de Siegfried, da infância até sua morte.

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Parte 1[editar | editar código-fonte]

Siegfried ainda é criança quando o castelo de seus pais é invadido pelos Saxões. Siegfried é colocado em um tronco flutuante num rio e é salvo pelo ferreiro Eyvind. O homem o adota e lhe dá o nome de Eric, criando-o na crença dos deuses nórdicos. 12 anos depois, Brunhild, rainha da Islândia e da mesma crença de Eric, segue uma profecia lida em runas e se encontra com Eric. Os dois se apaixonam mas ela volta para seu reino, com Eric prometendo que irá ao seu encontro. No dia seguinte, Eric vai com Eyvind para a Burgundia e no caminho os homens avistam uma cidade toda destruída por chamas.

Em Burgundia, Eric conhece o príncipe Giselher, irmão mais novo do Rei Gunther. Eyvind presenteia o rei com espadas que fabricara e o monarca parte com mais onze homens para enfrentar o dragão Fafnir, o responsável pela destruição da cidade. Eric pega o metal de meteorito que encontrara na noite em que conhecera Brunhild e o forja numa poderosa espada.

O rei Gunther fracassa em matar o dragão e retorna ferido. Eric então parte sozinho para enfrentar Fafnir que as lendas revelam ser o guardião do fabuloso tesouro dos Nibelungos.

Parte 2[editar | editar código-fonte]

Na caverna do dragão, Erik encontra o tesouro e coloca em seu dedo um anel, mesmo os fantasmas dos Nibelungos avisando-o que seria almaldiçoado se tomasse para si aquelas riquezas. O pai de Hagen, maldoso conselheiro do rei Gunther, é o feiticeiro banido Alberich que tenta enganar Eric para ficar com o tesouro. Mas o guerreiro o derrota. Eric pega de Alberich seu elmo da transformação, que permite ao possuidor ficar com a aparência de qualquer um que queira após dizer algumas palavras mágicas. Ao retornar, Eric é proclamado pelo rei Gunther um herói do reino, para a inveja de Hagen.

Nas comemorações da noite, a irmã do rei Gunther chamada Kriemhild, conversa mascarada com Eric por quem é apaixonada, e fica sabendo que ele ama outra mulher (Brunhild). Enquanto isso, os Saxões decidem invadir a Burgundia para tomar o tesouro de Eric. Eric enfrenta os reis gêmeos da Saxônia e se lembra de que foram eles que mataram seus pais. Também recorda que seu verdadeiro nome é Siegfried de Xanten.

Um corvo avisa a Brunhild da verdadeira identidade de Eric e que ele logo a visitará. Mas o pai de Hagen faz uma poção do amor e dá a Kriemhild, que enfeitiça Siegfried, fazendo-o tomar a bebida mágica misturada a um vinho. Siegfried se apaixona por Kriemhild, esquecendo de seu amor por Brunhild que desconhece isso porque o corvo que lhe avisaria é morto por uma flecha de Hagen.

Parte 3[editar | editar código-fonte]

Siegfried quer se casar com Kriemhild mas Hagen lembra a Gunther que o costume é de que o rei se case primeiro que seus irmãos. Gunther revela que deseja Brunhild por esposa e pede ajuda a Siegfried para que ele derrote a rainha num duelo, a única forma dela aceitar se casar. Siegfried aceita ajudar e usa o elmo de Alberich para se disfarçar de Gunther e enganar Brunhild. A rainha não entende o que aconteceu com Siegfried mas mantém sua palavra e aceita ir até a Burgundia para se casar com Gunther. Na noite de núpcias, Brunhild resiste a Gunther e o avisa que só se entregará a ele se o rei conseguir tirar seu cinturão dos deuses, que lhe dá sua imensa força. Gunther pede ajuda a Siegfried que se disfarça novamente e consegue tirar o cinturão de Brunhild.

Gunther possui Brunhild mas Hagen o avisa de que no futuro alguém poderá descobrir sobre Siegfried e acusar de bastardo o eventual filho do rei. Então os dois homens planejam matar Siegfried.

[editar | editar código-fonte]

Kriemhild prepara um funeral pagão para Siegfried, colocando o tesouro e o anel dos Nibelungos num barco em chamas com o corpo dele. Lena avisa que os deuses pagãos morreram com Siegfried. Antes do barco queimar Brünnhild sobe no barco em chamas e se mata coma epada caindo sobre o corpo do amado. Após o barco queimar, o tesouro e o anel afundam nas águas do rio.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]