Rio Reb

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O rio Reb ou também rio Rib que em língua amárica pode ser traduzido por algo como "inferior" ou "abaixo" é um curso de água centro-norte da Etiópia, que desagua no lago Tana nas coordenadas de 12° 2'N 37° 35'E. Este rio nasce nas encostas do Monte Guna e corre para oeste através do woreda de Kemekem e não tem afluentes significativos.

Robert Ernest Cheesman (1878 - 13 de fevereiro de 1962) que foi um oficial militar, explorador e ornitólogo britânico descreveu este rio em 1936 dizendo que as suas águas transportavam elevadas "quantidades de areia escura de que depositam na margem do lago. A barra de rio, 600 metros no lago adentro forma um semicírculo e viajantes com burros carregados passam à volta dele, em vez de o cruzar”. "Comerciantes da localidade de Yifag transportam barras de sal ou amoleh em pequenos barcos ou tankwas pelo Reb até Zege à beira-lago para trocarem por café". [1]

Este rio também é conhecido pela existência de uma das várias pontes em pedra construídas pelos padres Jesuítas, alguns deles de origem Portuguesa durante o reinado de Fasilides da Etiópia, como foi o caso do Padre jesuíta de origem portuguesa, António Fernandes (nascido em Lisboa, c. 1569; - Goa, 12 de novembro, 1642) que foi também o primeiro europeu que fez registos sobre o rio gancho, que atravessou em 1613 enquanto procurava o caminho para o sul da Etiópia para a cidade de Melinde. [2]

A ponte sobre este rio é composta de cinco arcos e fica localizada a 24 km (15 milhas) do estuário, e permitiu as viagens entre Gondar e Debre Tabor. [3]

Durante a ocupação italiana da Etiópia os italianos construíram uma ponte sobre o rio com suportes de madeira, mas foi danificada durante a campanha britânica. [4]

Em 21 de Junho de 2007, o Banco Mundial anunciou a aprovação de um crédito à Associação de Desenvolvimento Internacional dos EUA de 100 milhões de dólares para um projecto de irrigação e drenagem cobrindo o rio Magech e o rio Reb, como parte do acordo denominado Iniciativa da Bacia do Nilo. Este investimento tem como objetivo o aumento da produção agrícola irrigada, o projecto proposto procura irrigar gradualmente uma área total de 20.000 hectares. [5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Local History in Ethiopia" The Nordic Africa Institute website (accessed 12 January 2008)
  2. Herbert Weld-Blundell, "Exploration in the Abai Basin, Abyssinia", Geographical Journal, 27 (1906), p. 538
  3. Richard Pankhurst, Economic History of Ethiopia (Addis Ababa: Haile Selassie University, 1968), p. 297
  4. Solomon Getahun, History of the City of Gondar (Trenton: Red Sea Press, 2005), pp. 95ff.
  5. "Ethiopia Receives Assistance for Irrigation and Drainage Project", World Bank website (accessed 14 October 2010)
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Etiópia, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.