Robinson R22

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Robinson R22 Beta, Kemble, Inglaterra, Agosto de 2003
Descrição
Fabricante Robinson Helicopter
Tripulação 1 Piloto, 1 Passageiro
Dimensões
Comprimento 6,57 m
Altura 2,72 m
Peso
Tara 361 kg
Peso bruto máximo 590 kg
Propulsão
Motores 1x Lycoming O-360-A2B
Performance
Velocidade máxima 180 km/h
Teto máximo 4.268 m

O Robinson R22 é um pequeno helicóptero para duas pessoas e foi produzido pela companhia Robinson Helicopter. Graças a seu baixo custo de aquisição e operação, o R22 se tornou o helicóptero padrão para treinamento de pilotos. Como característica, possui uma alavanca de comando cíclico em forma de "Y", facilitando o acesso a cabine. Utiliza um motor de 4 cilindros horizontalmente opostos, movido à gasolina de aviação.

Segurança[editar | editar código-fonte]

Mesmo sendo um helicóptero relativamente barato e de pequeno porte, o R-22 não perde na segurança. Não existe nada que possa diretamente causar um problema crítico ao voo do helicóptero. Um acidente resulta do alinhamento de vários pequenos problemas. Seguindo estritamente o manual, a aeronave de asas rotativas torna-se o meio de transporte mais seguro já inventado, perdendo apenas para os elevadores.

Ao contrário do que muitos imaginam, o helicóptero pode planar após uma pane de motor. Essa manobra é chamada auto-rotação. O R-22 possui um sistema chamado Embreagem de Roda Livre, com a função de desconectar o motor do eixo de transmissão caso este gire mais devagar que os rotores. O mesmo ocorre em uma bicicleta, quando paramos de pedalar a catraca libera a roda para girar livremente em um sentido, mas se a mesma tentar girar no sentido oposto ou mais devagar que a catraca, esta irá travar e transferir a força aos pedais.

Os 2 rotores são rigidamente conectados por um eixo de transmissão. Em caso de travamento do rotor de cauda por choque com algum objeto ou ave, o mesmo possui parafusos de cisalhamento, que se cortam e acabam por desconectar o rotor de cauda avariado do eixo de transmissão, deixando o rotor principal girar livremente. Após pane do rotor de cauda prossegue-se para o voo em auto-rotação.

O motor do R-22 possui sistema duplo de magnetos, totalmente independentes. Ambos são testados antes do voo pelo piloto.

Por outro lado, o R-22 é uma aeronave extremamente barulhenta, provocando alto ruído para os moradores próximo ao campo de pouso de instrução, como por exemplo na Base Aérea do Bacacheri, em Curitiba/PR. O barulho é tão alto para os moradores que o ideal seria o vôo ocorrer em maior altitude. Por causa do alto ruído, ele é carinhosamente apelidado de "batedeira".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Artigos relacionados:
Desenvolvimento:
Equivalência:
Série: - - - Robinson R22 - Robinson R44 - -
Listas relacionadas: Lista de helicópteros