Rosemarie Ackermann

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rosemarie Ackermann
campeã olímpica
Ackerman em 1978
Atletismo
Nome completo Rosemarie Ackermann
Modalidade Salto em altura
Nascimento 4 de Abril de 1952 (62 anos)
Lohsa, Alemanha
Nacionalidade Alemanha alemã
Compleição Peso: 72 kg Altura: 1,79 m
Medalhas
Competidora da  Alemanha Oriental
Jogos Olímpicos
Ouro Montreal 1976 Salto em altura

Rosemarie Ackermann (nascida Witschas; Lohsa, 4 de abril de 1952) é uma atleta alemã, campeã olímpica nos Jogos Olímpicos de Montreal no salto em altura. [1]

É a primeira mulher no mundo a saltar acima de dois metros de altura.

Nascida na ex-Alemanha Oriental, Ackerman representou o país em centenas de competições internacionais nos anos 1970 e 1980. Com o nome de solteira (adotou o Ackerman do marido após se casar em 1974), ela participou dos Jogos Olímpicos de Munique, em 1972, conseguindo apenas o sétimo lugar na final do salto em altura, prova vencida pela alemã-ocidental Ulrike Meyfarth, então com apenas 16 anos.

Conseguiu seu primeiro título e recorde mundial em 1974, no Campeonato Europeu de Atletismo, disputado em Roma, saltando 1,95 m. Em 1976, conquistou a medalha de ouro olímpica ao saltar 1,93 m, estabelecendo novo recorde olímpico. Entre 1974 e 1977, ela elevou o recorde até 1,97 m e em 26 de agosto de 1977, ultrapassou a marca de 2 m num torneio de atletismo em Berlim, a primeira no mundo a conquistar o feito.

Perdeu seu título europeu e seu recorde mundial em 1978 para a italiana Sara Simeoni, após as duas ultrapassarem o sarrafo a 2,01 m, no campeonato então disputado em Brescia, mas a celebração precipitada de Ackermann, ainda no ar, fez a barra cair, dando o título e o novo recorde a Simeoni.

Retirou-se do atletismo após os Jogos Olímpicos de Moscou, em 1980, quando ficou apenas em quarto lugar, fora das medalhas.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira.
  • Nova Enciclopédia Portuguesa, Ed. Publicações Ediclube, 1996.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências