Salto em altura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Salto em altura
Olímpico desde 1896 H / 1928 S
Desporto Atletismo
Praticado por Ambos os sexos
Campeão olímpico
Homens Ivan Ukhov
 Rússia
Mulheres Anna Chicherova
 Rússia
Campeão mundial
Homens Bohdan Bondarenko
 Ucrânia
Mulheres Svetlana Shkolina
 Rússia

O salto em altura é uma modalidade olimpica de atletismo, onde os atletas procuram superar uma barra horizontal colocada a uma determinada altura. A modalidade integra o programa do decatlo e do heptatlo. Devido aos condicionalismos da prova, é frequente a atribuição de lugares ex-aequo no pódio das medalhas.

O primeiro evento de salto em altura foi registrado na Escócia, no século XIX, com a fasquia colocada até 1,68 m. A prova faz parte do programa olímpico desde os Jogos de Atenas em 1896, onde o vencedor foi o americano Ellery Clark. O eventos de senhoras estreou-se nos Jogos Olímpicos de Verão de 1928 em Amesterdão. A primeira campeã olímpica foi Ethel Catherwood do Canadá.

Alguns saltadores famosos são Dick Fosbury, Stefan Holm, Blanka Vlasic, Javier Sotomayor, o atual recordista do mundo de homens, e Stefka Kostadinova, a recordista de senhoras. O recorde do mundo de Kostadinova é o 2° recorde mais antigo por bater no atletismo.

Regras[editar | editar código-fonte]

A altura minima a saltar é determinada pelos organizadores e juízes de uma competição oficial. Os atletas escolhem a altura a qual desejam começar. Os atletas saltam por turnos e têm três chances de superar essa marca sem derrubar a barra. Após um primeiro salto bem sucedido, são os próprios atletas que decidem que altura vão saltar de seguida. À medida que o atleta vai conseguindo superar as marcas sem derrubar a fasquia, a altura sobe tipicamente em incrementos de 3 a 5cm. Quem falha após três tentativas é eliminado. Para efeitos de desempate, contam o número de tentativas efectuadas antes de superar uma dada marca. Por exemplo, o atleta que supera 1,80 m à primeira, ficará à frente do que supera 1,80m à segunda tentativa.

A fasquia é uma barra de fibra de vidro ou alumínio, de peso determinado e com cerca de quatro metros de comprimento. A secção da barra é normalmente circular, mas pode também ser quadrada ou triangular. A fasquia é suportada por dois postes verticais. Por detrás da fasquia encontra-se uma zona de queda, revestida de um material que ampara a queda do saltador. O saltador pode fazer uma corrida de balanço, normalmente cerca de 20 metros, até à fasquia.

O salto é declarado nulo se a fasquia cair. Os atletas podem, no entanto, tocar a fasquia num salto válido, desde que esta não caia do seu suporte.Tendo apenas três tentativas, o atleta pode correr para saltar e pode decidir não saltar, a partir daí conta-se 1 minuto para outra tentativa. Se o tempo acabar é considerado um salto nulo.

Tipos de salto[editar | editar código-fonte]

A saltadora Ethel Catherwood supera uma fasquia no estilo tesoura.

Os métodos de salto em altura têm evoluído desde a primeira competição oficial. A primeira técnica conhecida, o estilo tesoura, consiste em fazer uma aproximação à fasquia na diagonal e saltar primeiro com uma perna, depois com o resto do corpo. No início do século XX surgiu a técnica conhecida como Eastern cut-off, semelhante à tesoura. A inovação consistia num movimento que dobra as costas sobre a fasquia. O Western roll dominou os Jogos de Berlim e consiste também num salto inspirado na tesoura, mas onde a perna exterior serve de balanço à passagem do resto do corpo. A evolução seguinte foi a técnica straddle, em que o saltador ultrapassa a fasquia de frente, com o rosto voltado para o chão. Também existe o estilo rolamento ventral.

A técnica mais moderna é o flop ou estilo fosbury, onde saltador ultrapassa a fasquia de costas, passando primeiro com os ombros de rosto virado para o céu, depois com o resto do corpo. O criador desse estilo foi o estado-unidense Dick Fosbury. Ele saltou 2,24 metros na Olimpíada de 1968, na Cidade do México, e ficou com a medalha de ouro, embora não tenha batido nenhum recorde mundial. O estilo inovador passou a ser desde então a principal tecnica utilizada pelos saltadores até os dias atuais.

A introdução de cada uma destas técnicas resultou sempre em novas subidas do recorde mundial.

Melhores saltadores[editar | editar código-fonte]

Homens (pista ar livre)[editar | editar código-fonte]

Actualizada em 19.08.2013[1]

Altura Atleta Nacionalidade Lugar Data
2,45 Javier Sotomayor  Cuba Salamanca 27 Julho 1993
2,42 Patrik Sjöberg  Suécia Estocolmo 30 Junho 1987
2,41 Igor Paklin  União Soviética /  Quirguistão Kobe 4 Setembro 1985
2,41 Bohdan Bondarenko  Ucrânia Lausana 4 Julho 2013
2,40 Rudolf Povarnitsyn  União Soviética /  Ucrânia Donetsk 11 Agosto 1985
2,40 Sorin Matei  Roménia Bratislava 20 Junho 1990
2,40 Charles Austin  Estados Unidos Zurique 7 Agosto 1991
2,40 Vyacheslav Voronin  Rússia Londres 5 Agosto 2000
2,39 Zhu Jianhua  China Eberstadt 19 Junho 1984
2,39 Hollis Conway  Estados Unidos Norman 30 Julho 1989
2,39 Ivan Ukhov  Rússia Cheboksary 5 Julho 2012
2,39 Mutaz Barshim  Catar Lausana 23 Agosto 2012

Mulheres (pista ar livre)[editar | editar código-fonte]

Actualizada em 7.01.2013[2]

Altura Atleta Nacionalidade Lugar Data
2,09 Stefka Kostadinova  Bulgária Roma 30 Agosto 1987
2,08 Blanka Vlašić  Croácia Zagreb 31 Agosto 2009
2,07 Lyudmila Andonova  Bulgária Berlim 20 Julho 1984
2,07 Anna Chicherova  Rússia Cheboksary 22 Julho 2011
2,06 Kajsa Bergqvist  Suécia Eberstadt 26 Julho 2003
2,06 Hestrie Cloete África do Sul Paris 31 Agosto 2003
2,06 Yelena Slesarenko  Rússia Atenas 28 Agosto 2004
2,06 Ariane Friedrich  Alemanha Berlim 14 Junho 2009

Homens (pista coberta)[editar | editar código-fonte]

Actualizada em 7.01.2013

Altura Atleta Nacionalidade Lugar Data
2,43 Javier Sotomayor  Cuba Budapeste 4 Março 1989
2,42 Carlo Thränhardt  Alemanha Berlin 26 Fevereiro 1988
2,41 Patrik Sjöberg  Suécia Pireu 1 Fevereiro 1987
2,40 Hollis Conway  Estados Unidos Sevilha 10 Março 1991
2,40 Stefan Holm  Suécia Madrid 6 Março 2005
2,40 Ivan Ukhov  Rússia Pireu 25 Fevereiro 2009
2,39 Dietmar Mögenburg  Alemanha Colónia 24 Fevereiro 1985
2,39 Ralf Sonn  Alemanha Berlin 1 Março 1991

Mulheres (pista coberta)[editar | editar código-fonte]

Actualizada em 7.01.2013

Altura Atleta Nacionalidade Lugar Data
2,08 Kajsa Bergqvist  Suécia Arnstadt 4 Fevereiro 2006
2,07 Heike Henkel  Alemanha Karlsruhe 8 Fevereiro 1992
2,06 Stefka Kostadinova  Bulgária Pireu 20 Fevereiro 1988
2,06 Blanka Vlašic  Croácia Arnstadt 6 Fevereiro 2010
2,06 Anna Chicherova  Rússia Arnstadt 4 Fevereiro 2012
2,05 Tia Hellebaut  Bélgica Birmingham 3 Março 2007
2,05 Ariane Friedrich  Alemanha Karlsruhe 15 Fevereiro 2009
2,04 Alina Astafei  Alemanha Berlin 3 Março 1995
2,04 Yelena Slesarenko  Rússia Budapeste 7 Março 2004
2,04 Antonietta Di Martino  Itália Budapeste 9 Fevereiro 2011

Evolução dos recordes mundiais[editar | editar código-fonte]

Salto em altura.jpg


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]