4 x 100 metros estafetas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
4 x 100 metros estafetas
passagem do testemunho nos
Campeonatos do Mundo de Osaca, 2007
Olímpico desde 1912 H / 1928 S
Desporto Atletismo
Praticado por Ambos os sexos
Campeão olímpico
Homens  Jamaica
Mulheres  Rússia
Campeão mundial
Homens  Jamaica
Mulheres  Estados Unidos

4 x 100 metros estafetas (português europeu) ou revezamento 4 x 100 metros rasos (português brasileiro) é uma modalidade olímpica de atletismo, disputada por equipas. A prova é constituída por quatro percursos equivalentes aos 100 metros rasos, percorridos por quatro atletas alternadamente.

A prova foi introduzida para homens nos Jogos Olímpicos de Verão de 1912, em Estocolmo. O primeiro campeão olímpico foi a equipa da Grã-Bretanha. O evento de senhoras integra o programa olímpico desde os Jogos de 1928 em Amesterdão. A primeira equipa feminina a conquistar uma medalha de ouro olímpica na prova foi o Canadá.

O evento masculino da modalidade era dominado pelos Estados Unidos, que detinha as dez melhores marcas de sempre em 4x100m estafetas homens[1] e ganharam a maioria das medalhas em Jogos Olímpicos e Campeonatos do Mundo. Porém, a Jamaica quebrou essa hegemonia ao unir na mesma equipe 2 lendas da prova 100m rasos, Bolt e Powell. A equipa feminina dos EUA é também uma das rápidas de sempre, a par com a equipa da Alemanha Oriental.[2]

A equipa do Brasil já conquistou duas medalhas olímpicas na prova masculina, nos Jogos de Atlanta em 1996 (terceiro lugar) e em Sydney 2000 (segundo lugar), depois da equipe norte-americana. Esteve também presente na final de Atenas 2004.

O recorde mundial 4x100 Metros foi executado no Jogos Olímpicos Londres 2012 pela equipe jamaicana nacional.

Regras[editar | editar código-fonte]

A corrida inicia-se numa linha de partida escalonada, semelhante à dos 400 metros rasos. As passagem de estafeta ocorrem a cada 100 metros numa zona de passagem com cerca de 20 metros de comprimento. Trocas de estafeta fora deste intervalo são motivo de desqualificação. Os corredores dos percursos 1 e 3 correm com a estafeta na mão direita; nos percursos 2 e 4 a estafeta é recebida com a mão esquerda. Para a passagem ser bem sucedida, e não prejudicar o tempo final da prova, o atleta que recebe a estafeta tem que estar já a correr a uma velocidade alta e tem que apanhá-la de costas, sem ver a estafeta directamente. Esta obrigatoriedade faz com a passagem da estafeta seja um período crítico da corrida, onde o desenrolar da prova de uma equipa pode correr mal. Mesmo ao mais alto nível, são frequentes as desqualificações. Um exemplo disto mesmo foram os erros cometidos pela equipa feminina dos EUA na final dos Jogos de Atenas.

As 10 melhores marcas por país[editar | editar código-fonte]

Homens[editar | editar código-fonte]

Tempo Atleta Nacionalidade Data Lugar
1. 36.84 Carter, Frater, Blake e Bolt  Jamaica 11 de agosto de 2012 Londres
2. 37.04 Kimmons, Gatlin, Gay e Bailey  Estados Unidos 11 de agosto de 2012 Londres
3. 37.62 Brown, Burns, Callender, Thompson Trinidad e Tobago 22 de agosto de 2009 Berlim
4. 37.69 Esmie, Gilbert, Surin e Bailey  Canadá 3 de agosto de 1996 Atlanta
5. 37.73 Gardener, Campbell, Devonish e Chambers  Reino Unido 29 de agosto de 1999 Sevilla
6. 37.79 Moriniére, Sangouma, Trouabal e Marie-Rose  França 1 de setembro de 1990 Split
7. 37.90 Lima, Ribeiro, A. Silva e C. Quirino  Brasil 30 de setembro de 2000 Sydney
8. 37.94 Ezinwa, Adeniken, Obikwelu, Ezinwa Nigéria 9 de agosto de 1997 Athina
9. 38.00 Simón, Lamela, Isasi, Aguilera  Cuba 8 de agosto de 1992 Barcelona
10. 38.02 Yevgenyev, Bryzgin, Muravyov, Krylov  União Soviética 6 de setembro de 1987 Roma

Mulheres[editar | editar código-fonte]

Tempo Atleta Nacionalidade Data Lugar
1. 40.82 Madison, Felix, Knight, Jeter  Estados Unidos 2012 Londres
2. 41.29 Carrie Russell,Kerron Stewart , Schillonie Calvert, Shelly-Ann Fraser-Pryce  Jamaica 2013 Moscovo
3. 41.37 Moller, Gunther, Lange, Gohr  Alemanha Oriental 1985 Canberra
4. 41.49 Bogoslovskaya, Malchugina, Voronova, Privalova  Rússia 1993 Stuttgart
5. 41.78 Girard, Hurtis, Félix, Arron  França 2003 Paris Saint-Denis
6. 41.91 Breuer, Krabbe, Richter, Dreschler  Alemanha 1991 Tóquio
7. 41.92 Fynes, Sturrup, Davis, Ferguson  Bahamas 1999 Sevilha
8. 42.04 Povh, Stuy, Ryemyen, Bryzgina  Ucrânia 2012 Londres
9. 42.23 Xiao, Li, Liu, Li  China 1997 Shanghai
10. 42.29 Pencheva, Nuneva, Georgieva, Donkova  Bulgária 1988 Sofia

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre esporte/desporto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.