São João de Deus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
São João de Deus
Retrato de São João de Deus da autoria de Murillo
Fundador da Ordem Hospitaleira
Nascimento 8 de março de 1495 em Montemor-o-Novo,  Portugal
Morte 8 de março de 1550 (55 anos) em Granada,  Espanha
Veneração por Igreja Católica
Beatificação 21 de Setembro de 1630 por Papa Urbano VIII
Canonização 16 de Outubro de 1690 por Papa Alexandre VIII
Festa litúrgica 8 de março
Padroeiro Hospitais, doentes e enfermeiros
Gloriole.svg Portal dos Santos
Estátua de São João de Deus em Vilar de Frades, Barcelos, Portugal

São João de Deus, de seu nome João Cidade (Montemor-o-Novo, 8 de março de 1495Granada, 8 de março de 1550) é um santo da Igreja Católica Romana que se distinguiu na assistência aos pobres e aos doentes, através de um hospital por si fundado em Granada, em 1539.

Criou a Ordem dos Irmãos Hospitaleiros para o ajudarem nessa missão e noutras extensões que viriam depois a surgir.

Biografia[editar | editar código-fonte]

João Cidade, filho de André Cidade e de sua mulher Teresa Duarte, deixou Montemor-o-Novo aos oito anos de idade e dirigiu-se a Oropesa onde foi pastor de ovelhas. Alistou-se no exército e tomou parte na conquista de Fuenterabia, então ocupada pela França. Ao abandonar a vida militar, voltou ao ofício de pastor em Oropesa, Sevilha, Ceuta e Granada.

Depois de várias vicissitudes volta para casa, mas, encontrando os seus pais mortos decide voltar a partir.

Há quem diga que terá feito a peregrinação à catedral de Santiago de Compostela e que, nessa altura, terá ficado tão impressionado e exaltando o seu espírito religioso.[1]

Mais ainda, em Granada, quando ouviu os sermões do padre São João de Ávila e aí confessou publicamente todos os erros da sua vida passada e para mais clara demonstração do seu arrependimento, andou percorrendo a cidade ferindo o peito com pedras, e manchando o rosto com lama. Devido ao seu estado lastimoso foi dado como louco e internado num hospício, onde permaneceu muitos anos.

Com um espírito mais sereno, para o qual contribuiu o referido padre, João Cidade saiu do hospício e foi visitar o Mosteiro de Guadalupe. Voltando de seguida para Granada onde fundou em 1539 um hospital para doenças contagiosas e incuráveis. Daí em diante dedicou-se ao serviço deste hospital. Fundou assim a ordem dos Irmãos Hospitaleiros, a qual foi confirmada, debaixo da regra de Santo Agostinho, pelo Papa Pio V em 1 de Janeiro de 1571.

João Cidade foi beatificado pelo Papa Urbano VIII em 28 de Outubro de 1630 e canonizado em 16 de Outubro de 1690, pelo Papa Alexandre VIII, sendo no entanto a sua bula expedida após a sua morte, pelo seu sucessor Papa Inocêncio XII

São João de Deus , é o padroeiro dos hospitais, dos doentes e dos enfermeiros. A sua memória litúrgica é celebrada a 8 de Março.

Referências

  1. Colombo, Fray Felipe, Vida del Siervo de Dios Fray Gonzalo Diaz de Amarante, Madrid, 1678, p.15-16

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Redacção Quidnovi, com coordenação de José Hermano Saraiva, História de Portugal, Dicionário de Personalidades, Volume XIV, Ed. QN-Edição e Conteúdos,S.A., 2004.
  • Portugal, Diccionario Histórico, Chorographico, Biographico, Bibliographico, Heraldico, Numismatico e Artistico Vol 3- Esteves Pereira e Guilherme Rodrigues - João Romano Torres Editores - 1907. Pág 33[fonte fiável?]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre São João de Deus


Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um santo, um beato ou um religioso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.