Séries 100 - Shinkansen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Série 100 Shinkansen
Série 100 Shinkansen
Série 100 estacionado na estação de Hiroshima julho de 2003.
Propulsão
Fabricante Nippon Sharyo, Kawasaki, Hitachi, Kinki Sharyo, Tokyu Sharyo
Modelo Kodama
Ano de fabricação 1985
Locomotivas fabricadas 1.056
Tipo de Serviço Trem de alta velocidade
Bitola 1.435 mm
Comprimento 25 mts e 26,50 mts
Largura 3.383 mm
Altura 4.488 mm
Tipo de combustível Elétrico
Eletrificação 25 Kv Ac, 60 hz
Velocidade máxima 220 Km/h

Os Shinkansen da série 100 foram a segunda geração de desenho Shinkansen, produzidos entre 1984 e 1991 para as linhas Tokaido Shinkansen e Sanyo Shinkansen, tendo as primeiras unidades já sido retiradas de serviço, e a série tenha sido retirada da linha Tokaido Shinkansen em Setembro de 2003.

A série 100 difere visivelmente da anterior série 0 na medida em que o perfil do nariz é mais aguçado. Outra diferença não tão visível é a de que nem todas as carruagens (os trens)estão motorizadas, as carruagens (os trens) dos maquinistas não são motorizadas (não se chamando consequentemente de locomotiva), estando portanto os motores nas duas carruagens centrais de 2 pisos num comboio de 16 carruagens. Mais tarde foram produzidos comboios (trens) com motor nas carruagens dos maquinistas e nas quatro carruagens centrais de dois pisos.

Estando a ser tirados de serviço como comboios de primeira linha, os comboios da série 100 estão a ser reformados em conjuntos mais pequenos de 4 e 6 carruagens para os serviços mais lentos do Kodama da linha Sanyo Shinkansen, para substituir os últimos comboios da série 0.

Ícone de esboço Este artigo sobre transporte ferroviário é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre o Japão é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.