Sayonara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sayonara
Sayonara (PT/BR)
 Estados Unidos
1957 • cor • 147 min 
Direção Joshua Logan
Roteiro Paul Osborn
Elenco Marlon Brando
Patricia Owens
Red Buttons
James Garner
Género drama
Idioma inglês / japonês
Página no IMDb (em inglês)

Sayonara (mesmo título em português) é um filme estadunidense de 1957, do gênero drama, dirigido por Joshua Logan e com roteiro baseado em romance de James Michener.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O major Lloyd Gruver, que sempre fora contra o casamento entre militares estadunidenses e mulheres japonesas, fica frente a um dilema ao se apaixonar por uma dessas mulheres, tendo que enfrentar os tabus da época e os seus próprios preconceitos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Oscar 1958 (EUA)

  • Venceu nas categorias de melhor ator coadjuvante (Red Buttons), melhor atriz coadjuvante (Miyoshi Umeki), melhor direção de arte e melhor som.
  • Indicado nas categorias de melhor ator (Marlon Brando), melhor fotografia, melhor diretor, melhor filme, melhor edição e melhor roteiro adaptado.

BAFTA 1959 (Reino Unido)

  • Indicado na categoria de melhor ator estreante (Red Buttons).

Globo de Ouro 1959 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor ator coadjuvante (Red Buttons).
  • Indicado nas categorias de melhor filme - drama, melhor ator - drama (Marlon Brando), melhor diretor de cinema e melhor atriz coadjuvante (Miyoshi Umeki).

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Marlon Brando não era a primeira escolha para o papel do Major Lloyd Gruver; ele foi oferecido primeiramente a Rock Hudson.
  • De acordo com Turner Classic Movies, William Holden foi originalmente escalado para o papel de Major Gruver, mas abandonou o projeto para participar de The Bridge on the River Kwai (1957).
  • Ainda de acordo com Turner Classic Movies, Marlon Brando insistiu em fazer o Major Gruver com sotaque sulista, contra a vontade do diretor e dos produtores.
  • Inimigo mortal durante a II Guerra Mundial, o Japão se transformou em um importante aliado estadunidense nos tempos da Guerra Fria, quando a China comunista se tornou uma antagonista. Hollywood como sempre, apoiaria as estratégias em relação ao exterior, e além de Sayonara, seriam produzidos outros filmes mostrando a cultura japonesa de forma simpática, como "O Bárbaro e a Gueixa (BR)" com John Wayne e "O rei dos mágicos (BR)", com Jerry Lewis, ambos de 1958, dentre outros. O próprio Marlon Brando já tinha interpretado um nativo japonês num filme anterior com Glenn Ford, "A casa do luar de agosto (BR)", de 1956.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]