Seiji Maehara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Seiji Maehara
前原 誠司
Seiji Maehara
前原 誠司
Ministro das Relações Exteriores do  Japão
Mandato 17 de setembro de 2010
até 7 de março de 2011
Antecessor(a) Katsuya Okada
Sucessor(a) Yukio Edano
Ministro da Terra, Infra-estrutura, Transportes e do Turismo do Japão
Mandato 16 de setembro de 2009
até 17 de setembro de 2010
Antecessor(a) Kazuyoshi Kaneko
Sucessor(a) Sumio Mabuchi
Vida
Nascimento 30 de Abril de 1962 (51 anos)
Quioto
 Japão
Dados pessoais
Partido Partido Democrático do Japão
Website Website Oficial

Seiji Maehara (前原 誠司?) é um político japonês que foi ministro das relações exteriores do Japão de 2010 até 2011. Um membro da Casa dos Representantes do Japão desde 1993, e também foi líder do Partido Democrático do Japão de 2005 até 2006.

Em 16 de setembro de 2009, ele assumiu o cargo de Ministro da Terra, Infra-estrutura, Transportes e do Turismo do Japão durante o mandato do primeiro-ministro Yukio Hatoyama, mas foi transferido para o Ministério das Relações Exteriores em setembro de 2010. Ele deixou o cargo em março de 2011 depois que ele reconheceu o recebimento de doações ilegais de sul-coreanos que vivem no Japão.[1]

Renúncia ao cargo de Ministro das Relações Exteriores[editar | editar código-fonte]

Em março de 2011, Maehara renunciou o cargo de Ministro de Relações Exteriores após terem verificado que ele aceitou uma doação de ¥250,000 (aproximadamente. US$3,000)[2] de uma cidadã estrangeira, especificamente de uma mulher de 72 anos de idade em Quioto, que é uma Sul coreana residente no Japão que conhecia desde os tempos que ele estava na escola.[3] A aceitação de doações de cidadãos estrangeiros é ilegal no Japão para evitar a influências externas.[4] Ao renunciar, ele pediu desculpas para a nação por ter mantido o cargo por apenas 6 meses e por "provocar desconfiança" sobre o seu financiamento político.[4] De acordo com o Japan Times a renúncia faria com que as relações entre Estados Unidos e Japão enfraquecer.[5] O ministro das relações exteriores da China, Yang Jiechi, afirmou que eles estão disposto a ter um relacionamento para quem for o substituto de Maehara no cargo.[6] A doação foi revelada por um político opositor, Shoji Nishida.[7]

Candidatura ao cargo de Primeiro-Ministro[editar | editar código-fonte]

Em 22 de agosto de 2011, Maehara expressou a sua intenção de suceder Naoto Kan como Primeiro Ministro do Japão, após Kan ter anunciado a renúncia ao cargo de primeiro ministro em 26 de agosto de 2011.[8] [9] [10]

Ao momento ele foi um dos candidatos que concorreu nas eleições para a presidência do Partido Democrático do Japão de 2011, que ocorreu em 29 de agosto de 2011, onde foi escolhido Yoshihiko Noda para o cargo de presidente do partido e consequentemente para o primeiro-ministro.[11] [12]

Referências

  1. Maehara announces resignation over illegal donations from foreigner (7 de março de 2011). Página visitada em 7 de março de 2011.
  2. Sanchanta, Mariko (6/03/2011). Japanese Foreign Minister Seiji Maehara to Resign Over Illegal Political Donations - Japan Real Time - WSJ. Blogs.wsj.com. Página visitada em 11/03/2011.
  3. When will Japan’s political musical chairs stop?. MSNBC (7 de março de 2011). Página visitada em 7 de março de 2011.
  4. a b Japan Foreign Minister Seiji Maehara resigns. BBC (6 de março de 2011). Página visitada em 7 de março de 2011.
  5. DPJ loses potential successor to Kan. Japan Times (7 de março de 2011). Página visitada em 7 de março de 2011.
  6. China ready to maintain good working relations with next Japanese FM whoever he is: Yang Jiechi. Xinhua (7 de março de 2011). Página visitada em 7 de março de 2011.
  7. A foreigner in her own home: Shoddy treatment of its Korean residents once again deals Japan a black eye. The Economist (10 de março de 2011).
  8. Kyung Lah (26 de agosto de 2011). Japanese prime minister announces resignation. CNN.com. Página visitada em 27 de agosto de 2011.
  9. Justin McCurry (26 de agosto de 2011). Naoto Kan resigns as Japan's prime minister. guardian.co.uk. Página visitada em 27 de agosto de 2011.
  10. Seiji Maehara to contest Japan leadership race. BBC (22 de agosto de 2011). Página visitada em 23 de agosto de 2011.
  11. 民主党代表選 5人の争いに. NHK News (27 de agosto de 2011).
  12. NHK WORLD English. NHK News (29 de agosto de 2011).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]