Seminário da Prainha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Seminário da Prainha

O Seminário da Prainha é uma instituição católica de formação eclesiástica da Arquidiocese de Fortaleza, e que serve a diversas dioceses, ordens e congregações religiosas para a formação de padres, religiosos, religiosas e leigos. Está situado no centro histórico da cidade de Fortaleza, no estado do Ceará, Brasil. Seu estilo é neoclássico.

O Seminário da Prainha foi fundado como Seminário Episcopal do Ceará no dia 10 de outubro de 1864, por Dom Luís Antônio dos Santos, o primeiro bispo de Fortaleza.

O Seminário ficou sob a responsabilidade dos lazaristas no período de 1864 a 1963. Foi um importante centro de formação do clero no chamado processo de romanização da Igreja Católica no Brasil.

Mais tarde passou a denominar-se Seminário Episcopal do Ceará, depois Seminário Provincial da Prainha.

Em 2 de fevereiro de 1967, o arcebispo de Fortaleza, Dom Delgado, criou o Instituto Superior de Cultura Religiosa (ISCRE), na sucessão do Seminário da Prainha. Em 1968, transmuta-se o ISCRE para Instituto de Ciências Religiosas (ICRE). Em 1972, foi criada a Faculdade de Filosofia de Fortaleza, extinta alguns anos mais tarde. Hoje, abriga o Instituto Teológico Pastoral do Ceará.

Diversas personalidades civis e eclesiásticas estudaram no Seminário da Prainha. Em seu pátio, figura um painel em azulejos com os nomes de antigos alunos e professores. No clero, destacam-se os inúmeros bispos que realizaram seus estudos naquela casa de formação eclesiástica, assim como ilustres clérigos, como Padre Cícero e Frei Daniel de Samarate.

Bispos que estudaram ou lecionaram no Seminário da Prainha[editar | editar código-fonte]

Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Prainha, parte integrante do seminário, em 1859. Aquarela de José dos Reis Carvalho.
Seminário da Prainha em 1890.
Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Prainha.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]