Teatro O Tablado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Tablado)
Ir para: navegação, pesquisa
Marieta Severo, uma das atrizes formadas no Tablado

O Teatro O Tablado foi fundado em 1951 por Maria Clara Machado[1] com a ajuda de Kalma Murtinho. Inicialmente ele foi uma companhia de teatro amador, que ela usava para seus ensaios. Mais tarde, se transformou num grande centro de formação de atores. O Tablado foi a companhia que ajudou a modernizar o teatro no Rio de Janeiro.

Apresentava peça para todos os públicos, mas, sua principal força era com as peças infantis, a maioria de autoria da própria criadora do teatro. Ela desenvolvia textos e fazia montagens de altíssima qualidade, até mesmo para a época. Seus textos são até hoje montados.

O Tablado formou várias gerações de atores, sendo que da primeira turma da escola fizeram parte Marieta Severo, Hildegard Angel, Nora Esteves e Djenane Machado.


Durante seus 50 anos de existência, o Tablado formou mais de cinco mil atores, entre eles, Drica Moraes, Malu Mader, Ernesto Piccolo, Andréa Beltrão, Catarina Abdala, Louise Cardoso, Miguel Falabella, Luiz Carlos Tourinho, Felipe Camargo, Anna Cotrim, Jandir Ferrari, Marcello Novaes, Leonardo Bricio, Luísa Thiré, Débora Lamm, Cláudia Abreu, Cininha de Paula, Wolf Maya, Wagner Augusto, Sílvia Buarque, Nizo Neto, Bia Nunnes, Guilherme Fontes, Ricky Tavares, Marcella Rica, Eduardo Sterblitch, Alice Wegmann, Nathalie Jourdan, Johayne Hildefonso, Carolina Lavigne, Vitor Thiré, Lucas Salles, Victor Lamoglia, Pedro Kosovski, Thais Melchior, André Pellegrino, Cristiano Sauma, Daniel Belmonte, Dida Camero, Miguel Arraes, Maria Clara Gueiros, Isabella Dionísio, Marcelo Adnet, Isabella Camero, George Sauma, Rodrigo Sant'anna, Thalita Carauta, Rafael Queiroga. E, durante todo esse tempo, Maria Clara Machado, que morreu em 2001, sempre esteve presente, traçando diretrizes e ensinando mais e mais atores.

Reforma[editar | editar código-fonte]

Depois de uma reforma que durou quase seis meses, o Tablado abriu novamente as portas ao público em 12 julho de 2008 com a estréia da peça infantil O Dragão Verde, inspirada na história do menino David contra o gigante Golias.[2]

Referências

  1. O Tablado (30/09/2005). Página visitada em 2008-08-21.
  2. Teatro Tablado reabre de cara nova. JB Online (11/07/2008). Página visitada em 2008-08-21.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Cultura é um esboço relacionado ao Projeto Cultura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.