Tarzan and the Great River

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tarzan and the Great River
Tarzan e o Grande Rio (BR)
1967 • Eastmancolor • 88 min 
Direção Robert Day
Roteiro Bob Barbash
(História de Bob Barbash e Lewis Reed)
Elenco Mike Henry
Rafer Johnson
Diana Millay
Jan Murray
Género Aventura
Distribuição Paramount
País  Estados Unidos
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Tarzan and the Great River (br.: Tarzan e o Grande Rio) é um filme norte-americano de 1967 do gênero aventura, dirigido por Robert Day. É um dos três filmes da série do Tarzan estrelada por Mike Henry e o segundo em que o personagem aparece como uma espécie de agente secreto internacional (influência do sucesso cinematográfico de James Bond), desta vez agindo no Brasil (onde foram feitas as locações).

A produção é de Sy Weintraub e Steve Shagan e o roteiro de Bob Barbash com o personagem criado por Edgar Rice Burroughs.

Dinky, a chimpanzé que interpreta Cheeta, mordeu Mike Henry durante as filmagens, obrigando-o a receber vinte pontos. O chimpanzé foi sacrificado e Henry mais tarde processaria os produtores por esse acidente e por outros ocorridos nos três filmes em que interpretou Tarzan, reclamando da falta de segurança e das péssimas condições de trabalho. As partes entraram em acordo fora dos tribunais.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Tarzan vai ao Brasil, chamado pelo seu velho amigo Professor, que lhe pede ajuda para enfrentar o Culto do Jaguar, uma seita nativa liderada pelo guerreiro Barcuma, que hostiliza os brancos e ameaça o trabalho da Dra Ann Philips que pretende inocular todos os nativos que habitam as aldeias próximas do Rio Amazonas.

Tarzan é ajudado pelos animais Baron (um leão) e Cheeta (uma chimpanzé), que ele trouxe da África. Também são seus aliados o barqueiro capitão Sam Bishop e seu ajudante, o garoto Pepe.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. ESSOE, Gabe, Tarzan of the Movies, sexta impressão, Secaucus, EUA: The Citadel Press, 1968 (em inglês)

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • CASSAL, A. B., Mundo de Tarzan, in Fanzim, Edição de Natal, Porto Alegre, 1993
  • EAMES, John Douglas, The Paramount Story, Londres: Octopus Books, 1985 (em inglês)
  • ESSOE, Gabe, Tarzan of the Movies, sexta impressão, Secaucus, EUA: The Citadel Press, 1968 (em inglês)
  • SILVA, Diamantino da e LOSSO, Umberto, Tarzan, O Mito da Liberdade, in Mocinhos & Bandidos Especial, São Paulo, 1986

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]