Tarzan and the Great River

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tarzan and the Great River
Tarzan e o Grande Rio (BR)
 Estados Unidos
1967 • Eastmancolor • 88 min 
Direção Robert Day
Roteiro Bob Barbash
(História de Bob Barbash e Lewis Reed)
Elenco Mike Henry
Rafer Johnson
Diana Millay
Jan Murray
Género Aventura
Idioma inglês
Distribuição Paramount
Página no IMDb (em inglês)

Tarzan and the Great River (br.: Tarzan e o Grande Rio) é um filme norte-americano de 1967 do gênero aventura, dirigido por Robert Day. É um dos três filmes da série do Tarzan estrelada por Mike Henry e o segundo em que o personagem aparece como uma espécie de agente secreto internacional (influência do sucesso cinematográfico de James Bond), desta vez agindo no Brasil (onde foram feitas as locações).

A produção é de Sy Weintraub e Steve Shagan e o roteiro de Bob Barbash com o personagem criado por Edgar Rice Burroughs.

Dinky, a chimpanzé que interpreta Cheeta, mordeu Mike Henry durante as filmagens, obrigando-o a receber vinte pontos. O chimpanzé foi sacrificado e Henry mais tarde processaria os produtores por esse acidente e por outros ocorridos nos três filmes em que interpretou Tarzan, reclamando da falta de segurança e das péssimas condições de trabalho. As partes entraram em acordo fora dos tribunais.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Tarzan vai ao Brasil, chamado pelo seu velho amigo Professor, que lhe pede ajuda para enfrentar o Culto do Jaguar, uma seita nativa liderada pelo guerreiro Barcuma, que hostiliza os brancos e ameaça o trabalho da Dra Ann Philips que pretende inocular todos os nativos que habitam as aldeias próximas do Rio Amazonas.

Tarzan é ajudado pelos animais Baron (um leão) e Cheeta (uma chimpanzé), que ele trouxe da África. Também são seus aliados o barqueiro capitão Sam Bishop e seu ajudante, o garoto Pepe.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. ESSOE, Gabe, Tarzan of the Movies, sexta impressão, Secaucus, EUA: The Citadel Press, 1968 (em inglês)

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • CASSAL, A. B., Mundo de Tarzan, in Fanzim, Edição de Natal, Porto Alegre, 1993
  • EAMES, John Douglas, The Paramount Story, Londres: Octopus Books, 1985 (em inglês)
  • ESSOE, Gabe, Tarzan of the Movies, sexta impressão, Secaucus, EUA: The Citadel Press, 1968 (em inglês)
  • SILVA, Diamantino da e LOSSO, Umberto, Tarzan, O Mito da Liberdade, in Mocinhos & Bandidos Especial, São Paulo, 1986

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]