Temporada 1929-30 da NHL

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A temporada 1929–30 da NHL foi a 13.ª temporada da National Hockey League (NHL). Dez times jogaram 44 partidas cada. O Montreal Canadiens superou o franco favorito Boston Bruins por 2-0 para a Stanley Cup.

Temporada Regular[editar | editar código-fonte]

Para combater a baixa média de gols, uma grande mudança na regra foi implementada. Jogadores agora poderia fazer passes para a frente na zona ofensiva, em vez de apenas nas zonas defensiva e neutra. Isso levou a abusos: jogadores se sentaram à frente do gol adversário esperando pelo passo. A regra foi mudada novamente no meio da temporada em dezembro de 1929, e os jogadores não poderiam mais entrar na zona ofensiva sem o disco. Este foi o nascimento da moderna regra do impedimento no hóquei.

Cooney Weiland do Boston Bruins levou vantagem com a mudança de regras e destroçou o antigo recorde de gols da NHL com 73 pontos. Weiland e Tiny Thompson, que venceram o Troféu Vezina com uma média de gols contra de 2,23 gols, levaram os Bruins a um recorde na classificação final de 38 vitórias, 5 empates, e 1 empate — um percentual de vitória de 0,875, recorde na NHL até os dias atuais.

Conn Smythe brought up two outstanding forwards, Harvey Jackson, e Charlie Conacher, e em combinação com Joe Primeau, a Linha das Crianças nasceu. Conacher na verdade marcou em sua estreia na NHL. Jackson conseguiu seu apelido Busher de Tim Daly, o treinador de Toronto, quando perguntado por Daly para ajudar com alguns tacos. "Eu sou um jogador de hóquei, não um menino de tacos", Jackson disse a Daly, que replicou "Why you fresh young busher!" E seria Busher Jackson daquele dia em diante.

Em 7 de janeiro de 1930, Clint Benedict tornou-se o primeiro goleiro na história da NHL a usar uma máscara de proteção no rosto. Ele o fez por cinco jogos para proteger um nariz quebrado. A próxima vez em que uma máscara foi utilizada na NHL foi quase 30 anos depois, quando Jacques Plante usou uma em partida no dia 1 de novembro de 1959.

Eddie Gerard demitiu-se como técnico-administrador do Montreal Maroons. Ele foi substituído como administrador pelo presidente do time James Strachan. Dunc Munro foi contratado como técnico e levou o time à primeira colocação na Divisão Canadense.

Houve um rumor com certas fontes de que Eddie Gerard tomaria o cargo de técnico de Ottawa de Newsy Lalonde quando Lalonde não estava bem. Dave Gill assumiu durante a sua ausência e o time jogou muito melhor e atingiu os playoffs. Gerard deixou o cargo de técnico.

Classificação Final[editar | editar código-fonte]

Nota: V = Vitórias, D = Derrotas, E = Empates, Pts = Pontos, GP= Gols Pró, GC = Gols Contra, PEM = Penalizações em minutos
Nota: Times que se classificaram aos play-offs estão em negrito.

Divisão Canadense PJ V D E Pts GP GC PEM
Montreal Maroons 44 23 16 5 51 141 114 651
Montreal Canadiens 44 21 14 9 51 142 114 600
Ottawa Senators 44 21 15 8 50 138 118 536
Toronto Maple Leafs 44 17 21 6 40 116 124 613
New York Americans 44 14 25 5 33 113 161 372
Divisão Americana PJ V D E Pts GP GC PEM
Boston Bruins 44 38 5 1 77 179 98 449
Chicago Black Hawks 44 21 18 5 47 117 111 573
New York Rangers 44 17 17 10 44 136 143 445
Detroit Cougars 44 14 24 6 34 117 133 474
Pittsburgh Pirates 44 5 36 3 13 102 185 384

Artilheiros[editar | editar código-fonte]

PJ = Partidas Jogadas, G = Gols, A = Assistências, Pts = Pontos, PEM = Penalizações em Minutos

Jogador Time PJ G A Pts PEM
Cooney Weiland Boston Bruins 44 43 30 73 27
Frank Boucher New York Rangers 42 26 36 62 16
Dit Clapper Boston Bruins 44 41 20 61 48
Bill Cook New York Rangers 44 29 30 59 56
Hec Kilrea Ottawa Senators 44 36 22 58 23
Nels Stewart Montreal Maroons 44 39 16 55 81
Howie Morenz Montreal Canadiens 44 40 10 50 72
Norman Himes New York Americans 44 22 28 50 15
Joe Lamb Ottawa Senators 44 29 20 49 119
Dutch Gainor Boston Bruins 43 18 31 49 39

Goleiros Líderes[editar | editar código-fonte]

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Finais[editar | editar código-fonte]

Após derrotar o Montreal Maroons e ter ficado sem perder partidas consecutivas na liga, o Boston Bruins foi varrido pelo Montreal Canadiens por 2-0 na série melhor de três. A primeira partida viu Boston play jogar abaixo de sua forma usual. Os Canadiens, então, ganharam a Copa com uma vitória por 4-3 no jogo 2. Os Canadiens tiveram desempenho de 5–0–1 nos playoffs, fazendo deles um dos poucos times campeões da Copa na história a não perder um jogo nos playoffs.

Prêmios da NHL[editar | editar código-fonte]

Prêmios da NHL de 1929–30
Copa O'Brien: Montreal Maroons
Troféu Príncipe de Gales: Boston Bruins
Troféu Memorial Hart: Nels Stewart, Montreal Maroons
Troféu Memorial Lady Bing: Frank Boucher, New York Rangers
Troféu Vezina: Tiny Thompson, Boston Bruins

Estreias[editar | editar código-fonte]

O seguinte é uma lista de jogadores importantes que jogaram seu primeiro jogo na NHL em 1929–30 (listados com seu primeiro time, asterisco(*) marca estreia nos play-offs):

Últimos Jogos[editar | editar código-fonte]

O seguinte é uma lista de jogadores importantes que jogaram seu último jogo na NHL em 1929-30 (listados com seu último time):

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]


Precedido por
1928-29
Anexo:Lista de temporadas da NHL
1929-30
Sucedido por
1930-31