Temporada 1937-38 da NHL

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A temporada 1937–38 da NHL foi a 21.ª temporada da National Hockey League (NHL). Oito times jogaram 48 partidas cada. O Chicago Black Hawks foi o campeão da Stanley Cup ao bater o Toronto Maple Leafs por 3-1 na série final.

Negócios da Liga[editar | editar código-fonte]

Bill Dwyer não pôde pagar o capital requerido para manter o seu time e a NHL assumiu o controle pleno do New York Americans.

O Jogo Memorial Howie Morenz, segundo Jogo das Estrelas da NHL, foi disputado em 2 de novembro de 1937 e conseguiu arrecadar $11.447, que, junto a outras contribuições, estabeleceram um fundo de mais de $20.000 para a família Morenz. Antes do início do jogo, o uniforme de Howie Morenz e o seu kit de jogo foram leiloados e Joseph Cattarinich venceu com $500. O uniforme foi dado de presente a Howie Morenz Jr. A Estrelas da NHL derrotaram um time combinado dos Canadiens e Maroons por 6–5.

Temporada Regular[editar | editar código-fonte]

Charlie Conacher foi nomeado capitão do Toronto Maple Leafs, e teve um grande fim de semana às expensas do Chicago em 13 de novembro, com 3 gols na vitória por 7–3. Ele então marcou 2 gols em um empate por 3-3. Todavia, O Grande Bombardeador teve falta de sorte mais uma vez em 18 de novembro, em Montreal, contra os Canadiens, quando ele deslocou seu ombro. O ciclo de lesões teve um efeito cumulativo nas condições físicas e mentais de Conacher e seu médico disse a ele para se aposentar do hóquei. Ele se retirou pelo resto da temporada, mas jogaria novamente na seguinte, apesar de nunca mais jogar pelos Leafs.

O New York Rangers perdeu seu astro central Neil Colville por alguns jogos como resultado de uma brincadeira estúpida que deve ter enfurecido Lester Patrick. O defensor Joe Cooper estava procurando uma nova moda de cortar gravatas de seus companheiros usando um canivete. Colville levantou sua mão apenas para receber um corte que precisou de 11 pontos para fechar.

O New York Americans, com Ching Johnson e Hap Day para aliviarJoe Jerwa e Al Murray na defesa, estavam indo muito melhor que o habitual. Earl Robertson, seu novo goleiro, liderava a Divisão Canadense entre os goleiros e terminou assim ao fim da temporada. Os Ameriks também tinham Sweeney Schriner e Nels Stewart contribuindo de forma positiva para o ataque.

O Montreal Maroons, treinado inicialmente por King Clancy, estabeleceu-se na última posição e o presidente e administrador Tommy Gorman decidiu dispensá-lo como treinador. Ele fez ainda pior e a torcida se afastou. Embora o time tenha ido muito mal, um momento de destaque foi a vitória por 11–7 sobre seus rivais, os Canadiens, e Baldy Northcott marcou 3 vezes no jogo. Parecia que Gorman não poderia fazer nada para revitalizar o time e em uma sequência o time perdeu 8 partidas. Em 17 de março de 1938, os Maroons jogaram sua última partida contra seus rivais, os Canadiens.

Detroit era o surpreendente péssimo time da Divisão Americana. Após vencer a Stanley Cup em 1937, eles caíram para o porão da divisão. Eles tiveram um momento brilhante quando Carl Liscombe estabeleceu o recorde de hat trick para a sua época(desde o quebrado por Bill Mosienko). Liscombe marcou três gols em 1 minuto e 52 segundos na vitória por 5–1 sobre Chicago.

Em 17 de março de 1938, Nels Stewart marcou seu 300° gol na National Hockey League na derrota por 5–3 para os Rangers.

Classificação Final[editar | editar código-fonte]

Nota: PJ = Partidas Jogadas, V = Vitórias, D = Derrotas, E = Empates, Pts = Pontos, GP = Gols Pró, GC = Gols Contra, PEM= Penalizações em Minutos
Times que se classificaram aos play-offs estão destacados em negrito.

Divisão Canadense PJ V D E Pts GP GC PEM
Toronto Maple Leafs 48 24 15 9 57 151 127 404
New York Americans 48 19 18 11 49 110 111 327
Montreal Canadiens 48 18 17 13 49 123 128 340
Montreal Maroons 48 12 30 6 30 101 149 470
Divisão Americana PJ V D E Pts GP GC PEM
Boston Bruins 48 30 11 7 67 142 89 284
New York Rangers 48 27 15 6 60 149 96 435
Chicago Black Hawks 48 14 25 9 37 97 139 238
Detroit Red Wings 48 12 25 11 35 99 133 258

Artilheiros[editar | editar código-fonte]

PJ = Partidas Jogadas, G = Gols, A = Assistências, Pts = Pontos, PEM = Penalizações em Minutos

Jogador Time PJ G A Pts PEM
Gordie Drillon Toronto Maple Leafs 48 26 26 52 4
Syl Apps Toronto Maple Leafs 47 21 29 50 9
Paul Thompson Chicago Black Hawks 48 22 22 44 14
Georges Mantha Montreal Canadiens 47 23 19 42 12
Cecil Dillon New York Rangers 48 21 18 39 6
Bill Cowley Boston Bruins 48 17 22 39 8
Sweeney Schriner New York Americans 48 21 17 38 22
Bill Thoms Toronto Maple Leafs 48 14 24 38 14
Clint Smith New York Rangers 48 14 23 37 0
Nels Stewart New York Americans 48 19 17 36 29

Playoffs[editar | editar código-fonte]

A história da Cinderela do século foi dos Chicago Black Hawks, que dificilmente fariam os playoffs, mas avançaram batendo os Canadiens, os Americans e os Maple Leafs para vencer a Copa com a marca de pior percentagem de vitórias de um campeão na NHL.

Quartas-de-final[editar | editar código-fonte]

O New York Americans chocou o New York Rangers quando Lorne Carr marcou o gol da vitória na prorrogação do terceiro e último jogo.

Os Canadiens bateram os Hawks no jogo um das quartas-de-final, com Toe Blake marcando um hat trick. Mas Mike Karakas não deixou os Canadiens marcarem no segundo jogo e mesmo com Georges Mantha aparecendo para vencer a partida com uma aberração, Earl Seibert salvou os Hawks da derrota com um gol no fim do jogo, e então os Hawks ganharam a série na prorrogação.

Semifinais[editar | editar código-fonte]

Em uma zebra, o Toronto Maple Leafs bateu Boston nas semifinais da liga.

Na semifinal B da liga, houve o confronto entre Chicago e New York Americans, que derrotaram Chicago no jogo um por 3–1. O jogo dois foi uma granda batalha entre os goleiros Mike Karakas e Earl Robertson. Parecia que os Americans estavam a caminho de sua primeira final da Stanley Cup quando Nels Stewart marcou a segundos do fim, mas o árbitro Clarence Campbell anulou o gol, alegando que Eddie Wiseman estava na cara do gol. Cully Dahlstrom marcou o gol que salvou os Black Hawks. Em Nova York, o jogo decisivo viu Alex Levinsky de Chicago marcar o gol da classificação, mas a luz vermelha não acendeu. A investigação revelou que os torcedores estavam segurando a mão do juiz do gol para que ele não assinalasse o gol. Embora os Amerks tenham chegado perto, eles foram incapazes de chegar ao empate e os Black Hawks estavam nas finais.

Final[editar | editar código-fonte]

Prêmios da NHL[editar | editar código-fonte]

Troféu Memorial Calder: Cully Dahlstrom, Chicago Black Hawks
Troféu Memorial Hart: Eddie Shore, Boston Bruins
Troféu Memorial Lady Byng: Gordie Drillon, Toronto Maple Leafs
Copa O'Brien: Toronto Maple Leafs
Troféu Príncipe de Gales: Boston Bruins
Troféu Vezina: Tiny Thompson, Boston Bruins

Times das Estrelas[editar | editar código-fonte]

Primeiro Time   Position   Segundo Time
Tiny Thompson, Boston Bruins G Dave Kerr, New York Rangers
Eddie Shore, Boston Bruins D Art Coulter, New York Rangers
Babe Siebert, Montreal Canadiens D Earl Seibert, Chicago Black Hawks
Bill Cowley, Boston Bruins C Syl Apps, Toronto Maple Leafs
Cecil Dillon, New York Rangers

Gordie Drillon, Toronto Maple Leafs (tie)

RW
Paul Thompson, Chicago Black Hawks LW Toe Blake, Montreal Canadiens
Lester Patrick, New York Rangers Coach Art Ross, Boston Bruins

Estreias[editar | editar código-fonte]

O seguinte é uma lista de jogadores importantes que jogaram seu primeiro jogo na NHL em 1937–38 (listados com seu primeiro time, asterisco(*) marca estreia nos play-offs):

Últimos Jogos[editar | editar código-fonte]

O seguinte é uma lista de jogadores importantes que jogaram seu último jogo na NHL em 1937-38 (listados com seu último time):

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]


Precedido por
1936-37
Anexo:Lista de temporadas da NHL
1937-38
Sucedido por
1938-39