Terêncio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Terêncio
Nascimento 185 a.C.
Cartago
Morte 159 a.C.
Lago Estínfalo
Ocupação Dramaturgo e poeta
Gênero literário comédia
Magnum opus Andria (A moça de Andros)

Públio Terêncio Afro, em latim Publius Terentius Afer (Cartago, ca. 195 a.C.-185 a.C.Lago Estínfalo, ca. 159 a.C.), foi um dramaturgo e poeta romano, autor de pelo menos seis comédias: Andria (A moça de Andros), Hecyra (A Sogra), Heaautontimorumenos (O Punidor de Si Mesmo), Eunuchus (O Eunuco), Phormio (Formião) e Adelphoe (Os Dois Irmãos).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Terêncio nasceu na África Proconsular, em meados do ano 185 a.C. Foi vendido como escravo ao senador Terêncio Lucano, que deu-lhe educação e, tempos depois, o libertou. Por ser muito amigo de Cipião, muitos atribuíram a esse último a autoria de várias comédias de Terêncio.

A obra de Terêncio é composta por pelo menos seis comédias que resistiram à ação do tempo chegando aos dias de hoje. São elas: "Andria", "Hécira (sogra em grego)", "Heautontimoroumenos (o que se pune a si próprio - em grego)", "O Eunuco", "Formião", "Os Adelfos (os irmãos)". Pouco apreciado pelo público romano, que preferia as farsas mais vivas e coloridas de Plauto, foi mais apreciado na Idade Média e na Renascença, sendo muito imitado até os tempos de Molière. Foi tão grande a preferência por Terêncio na Idade Média que suas peças eram representadas nos colégios e na Renascença foram traduzidas em várias línguas. Seus personagens pertencem em sua maioria as classes sociais mais altas. Suas obras são escritas em verso e seu estilo é "puro". Apesar disso, ele hoje é considerado um autor menor que seu contemporâneo Plauto.

Terêncio é autor de frases como:

Cquote1.svg Sou um homem: nada do que é humano me é estranho. Cquote2.svg
Publio Terêncio Afro. Heautontimorumenos, v. 77

e

Cquote1.svg Enquanto há vida, há esperança. Cquote2.svg
Publio Terêncio Afro. Heautontimorumenos, v. 981


Obras de Terêncio
Frontispício códice medieval terenciano conhecido como Térence des ducs, pertencente ao rei Carlos VI da França, depois a seu filho Luís de Valois, duque de Guiana, e então a João, duque de Berry
Frontispício códice medieval terenciano conhecido como Térence des ducs, pertencente ao rei Carlos VI da França, depois a seu filho Luís de Valois, duque de Guiana, e então a João, duque de Berry
Capa de The Comedies of Terrence, por George Coleman
Capa de The Comedies of Terrence, por George Coleman
Frontispício do Codex Vaticanus Latinus 3868 (Biblioteca Vaticana) com o retrato de Terêncio
Frontispício do Codex Vaticanus Latinus 3868 (Biblioteca Vaticana) com o retrato de Terêncio
Verso da folha  4 do Codex Vaticanus Latinus 3868 (Biblioteca Vaticana) com uma imagem de Andria
Verso da folha 4 do Codex Vaticanus Latinus 3868 (Biblioteca Vaticana) com uma imagem de Andria
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Terêncio
Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Terêncio
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Terêncio
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.