Teriantropia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Teriantropia é geralmente descrito como uma forte ligação entre humanos e animais. As variações podem ocorrer como pessoas que sentem-se muito próximas a animais que chegam a entendê-los, ou conversar com animais, ou até, alguns casos de autismo.

Outras variações comuns no teriantropismo são pessoas que acreditam ter uma parte do seu espírito ou em totalidade colocado em uma jaula humana. (espíritos animais da natureza encarnados em corpos humanos).

Alguns grupos não consideram que esta ligação animalista tenha origens sobrenaturais ou místicas. Sustenta-se que a identificação não seria apenas de forma, com a construção de um personagem antropomórfico (como fazem muitos furries), mas é uma contínua observação de seu próprio comportamento psicológico, cuja constituição se assemelharia de alguma forma com o animal. Não se trata portanto de definir um Eu animalista por escolha, mas de um processo de auto-conhecimento e reconhecimento de si próprio com algum animal. É comum que teriantropos, durante um período, se simpatizem determinado animal, mas numa oportunidade posterior ou por reflexões, percebam que são ligados a outro. Indo além, correndo o risco de incorreção, o teriantropismo seria uma manifestação de arquétipos animalista que se confundem com a própria personalidade.

Ícone de esboço Este artigo sobre psicologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Ver também[editar | editar código-fonte]