Terra de Uz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O antigo reino de Edom, às vezes identificado como Uz, é aproximadamente a área escurecida.

A terra de Uz (em hebraico: ארץ עוץ) é um local mencionado no Antigo Testamento, mais notavelmente no livro de , que inicia-se com a seguinte frase: "Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó".[1] [2]

Nome[editar | editar código-fonte]

O nome pode se referir a um dos três homens chamados Uz que são mencionados na Bíblia.[3] [4] [5]

A palavra também pode estar relacionada com a origem etimológica da palavra oz, que significa "leste". No Livro de Jó (1:3), Jó é descrito como "o maior do que todos os do Oriente."

Localização[editar | editar código-fonte]

Uz é por vezes identificada com o reino de Edom, aproximadamente na área da moderna Jordânia sudoeste e sul de Israel. Lamentações 4:21 diz:. "Regozija-te e alegra-te, ó filha de Edom, que habitas na terra de Uz".

Outras localizações propostas para Uz incluem a Arábia mais ao sul, especialmente Dhofar, citada como sendo a casa dos árabes originais, Basã nos dias atuais o sul da Síria / oeste da Jordânia, Arábia a leste de Petra, na Jordânia e até mesmo o Uzbequistão nos dias de hoje.

Segundo o documento do Mar Morto, o Manuscrito de Guerra, a terra de Uz é mencionada como existente em algum lugar além do Eufrates, possivelmente, em relação à Síria. Na Coluna 11 versículo 2, observa-se, "eles devem lutar contra o resto dos filhos de Aramea: Uz, Hul, Togar, Messa, que estão além do Eufrates".

Utilização Israelita Moderna[editar | editar código-fonte]

O autor e tradutor israelita Yemima Avidar-Tchernovitz, o primeiro a traduzir "O Mágico de Oz" de Frank Baum para o hebraico, usou "Terra de Uz" como a tradução em hebraico "Terra de Oz" de Baum.

Referências