The Dresden Dolls

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Dresden Dolls
Dresden Dolls2.jpg
Amanda Palmer e Brian Viglione
Informação geral
Origem Boston, Massachusetts
País  Estados Unidos
Gênero(s) Indie rock, dark cabaret, post-punk
Período em atividade 2000 - atualmente
Página oficial www.DresdenDolls.com
Integrantes Amanda Palmer
Brian Viglione

The Dresden Dolls é uma banda estadunidense formada em Boston em meados dos anos 2000 por Amanda Palmer (vocal e piano) e Brian Viglione (bateria, guitarra e vocal). Descrevem seu estilo como cabaré punk brechtiano, e expuseram o movimento artístico Cabaré Dark, que começou a ganhar forma na década de 1990 com artistas como Salon Betty e Gavin Friday.

História[editar | editar código-fonte]

A banda foi formada logo após Brian Viglione testemunhar uma apresentação de Amanda Palmer em uma festa de Halloween. Suas apresentações dramáticas, no qual os membros maquilavam-se e vestiam vestimentas de cabaré, logo ganhou fãs.

A banda apresentou-se em 2002 no Prêmio IgNobel em Cambridge, Massachusetts. Após uma demo produzida pelos próprios integrantes, seu primeiro lançamento oficial foi um álbum contendo em sua maioria compilações de apresentações, A is for Accident. Foi seguido pelo álbum homônimo produzido por Martin Bisi (que já havia trabalhado com o Sonic Youth).

Em março de 2005 a banda participou da turnê do Nine Inch Nails, e em junho apresentaram um concerto gratuito no Paradise Rock Club, em Boston. Devido a uma queda de luz inesperada que adiou sua apresentação, as ruas da cidade tornaram-se temporariamente palco de alguns artistas de rua. O evento inteiro foi filmado, resultando no DVD Paradise, lançado em 22 de novembro.[1]

Em 18 de abril de 2006 foi lançado Yes, Virginia, e ao longo do ano a banda apresentou-se em festivais como o Lollapalooza. Realizaram turnê com o Panic! at the disco de 27 de junho à 2 de agosto.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

A banda em concerto em 2006.

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

Compilações[editar | editar código-fonte]

Videografia[editar | editar código-fonte]

DVDs ao vivo[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Nome da banda[editar | editar código-fonte]

De acordo com Palmer, o nome (que significa As Bonecas de Dresden em inglês) foi "inspirado por uma combinação de coisas", incluindo o Bombardeio de Dresden; as bonecas de porcelana que eram uma marca da indústria pré-guerra de Dresden; uma canção de mesmo nome da banda The Fall; e uma referência às personagens do romance "O Jardim dos Esquecidos" ("Flowers in the Attic") da autora americana Virginia C. Andrews, além de evocar a Alemanha da República de Weimar e sua cultura cabaré. Acrescenta ainda que ela gostou do paralelo entre Dresden (destruição) e bonecas (inocência, delicadeza), porque tem muito a ver com a dinâmica da música, que às vezes vai de um sussurro infantil a um grito de bruxa em segundos.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre The Dresden Dolls