Tiratron

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Tecnologia.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição.

Tiratron gigante de hidrogênio, da General Electric usado em radares ao lado de uma tiratron miniatura usada em relés e jukeboxes.

Tiratron (en. Thyratron) - era um tipo de válvula eletrônica em que seu interior ao invés de vácuo, como nas válvulas comuns, havia um gás ionizável como vapor de mercúrio, néon ou xenônio, o que resultava em um funcionamento peculiar.

Toda vez que a tensão de sua grade de controle (a grade que controla a passagem de corrente através da válvula) atingia um determinado valor (limiar) a condução entre cátodo e anodo (placa) da válvula imediatamente atingia o seu valor máximo e permanecia assim, mesmo suprimindo a tensão da grade de controle, até que fosse interrompida a corrente de placa da válvula, fenômeno este parecido com o que acontece com os TRIAC's e SCR's. Aliás estes dispositivos semicondutores recebem a designação de tiristores devido ao seu funcionamento ser parecido com o das válvulas tiratron.

As válvulas tiratron eram usadas, antes do uso de SCR's e TRIAC's, em circuitos de disparo (como em alarmes) e retificação.