Tirreno (mitologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Tirreno, na mitologia greco-romana, foi um dos reis da Lídia que emigrou para a Itália, dando seu nome à região e ao mar.

Tirreno e Lido eram irmãos,[1] [2] filhos de Átis,[2] e reinavam na Lídia; porém, pressionados pela má produtividade da colheita, sortearam para ver quem abandonaria o país com parte da população.[1] Tirreno foi o escolhido, e viajou para a Itália.[1] [2] A região (Tirrênia), seus habitantes (tirrenos) e o mar (Mar Tirreno) passaram a ter estes nomes por causa de Tirreno.[1] Estes eventos teriam ocorrido por volta da época em que Orestes matou Pirro, o filho de Aquiles, pela mão de Hermíone, filha de Menelau.[3]

Na época do imperador Tibério, quando este quis escolher uma cidade da Ásia Menor onde colocaria um tempo seu, a cidade de Sardes lembrou do parentesco entre os lídios e os etruscos para tentar colocar o tempo na cidade.[2] A cidade escolhida, porém, foi Esmirna.[4]

Referências

  1. a b c d Marco Veleio Patérculo, Compêndio da História romana, Livro I, 1.4
  2. a b c d Públio Cornélio Tácito, Anais, Livro IV, 55
  3. Marco Veleio Patérculo, Compêndio da História romana, Livro I, 1.3
  4. Públio Cornélio Tácito, Anais, Livro IV, 56