Valbom (Gondomar)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portugal Valbom  
—  freguesia portuguesa extinta  —
Valbom, "Ribeira d'Abade", barcos valboeiros, e a vapor, sobre o Rio Douro. À esquerda o Palácio do Freixo
Valbom, "Ribeira d'Abade", barcos valboeiros, e a vapor, sobre o Rio Douro. À esquerda o Palácio do Freixo
Brasão de armas de Valbom
Brasão de armas
Localização no concelho de Gondomar
Localização no concelho de Gondomar
Valbom está localizado em: Portugal Continental
Valbom
Localização de Valbom em Portugal Continental
41° 08' 09" N 8° 34' O
Concelho primitivo Gondomar
Concelho (s) atual (is) Gondomar
Freguesia (s) atual (is) Gondomar (São Cosme), Valbom e Jovim
Extinção 2013
Área
 - Total 4,39 km²
População (2011)
 - Total 14 407
    • Densidade 3 281,8/km2 

Valbom é uma cidade portuguesa do concelho de Gondomar, com 4,39 km² de área e 14 407 habitantes (2011)[1] . Densidade: 3 281,8 hab/km².

Valbom foi elevada a cidade em 9 de dezembro de 2004.[2]

Pertenceu ao extinto concelho de Aguiar de Sousa antes de passar para o município de Gondomar.[3]

Foi sede de uma freguesia extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, para, em conjunto com São Cosme e Jovim, formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Gondomar (São Cosme), Valbom e Jovim com a sede em São Cosme.[4]

Devido à sua situação geográfica, junto ao rio Douro, Valbom foi durante gerações um importante centro de pesca artesanal, efectuada a bordo dos tradicionais barcos "valboeiros". O seu barco típico ainda existe, mas, a actividade piscatória desta terra desapareceu, após a introdução da pesca de arrasto, por barcos de calado superior. Hoje, a marcenaria, a ourivesaria, a talha em madeira e os embutidos predominam na economia local.

O artesanato está aqui fortemente implantado, através da ourivesaria e marcenaria, sendo famosos os trabalhos em filigrana e talha em madeira, além das curiosas esculturas em raízes de árvores.

Lugares[editar | editar código-fonte]

Archeira, Arroteia, Barreiros, Camboas, Cova da Má, Culmieira, Fonte Pedrinha, Gramido, Lagoa, Lamas, Monte, Pinheiro de Álem, Pinheiro de Áquem, Ribeira de Abade, Rossamonde, São roque, Valbom de baixo, Vila Verde e Vinha.

Personalidades[editar | editar código-fonte]

Fr. Gonçalo de Valbom : Religioso Franciscano, que de «Ministro da Provincia de Castella passou ao generalato de toda a Ordem sendo eleito no Capitulo celebrado em Pariz em o anno de 1304. Autor de :

  • «Tracatus de praeceptis eminentibus & aquipollentibus Regulae Seraphicae. Sahio impresso in. Enchirid. Minor. Hispali 1535. Esta exposiçaõ, que fez sobre a Regra Seráfica foy cauza de Clemente V. promulgar a celebre Extravagante no Concilio Vienense onde assistio Fr. Gonçalo de Valbom, e começa Exivide Paradiso, e se incorporou no Direito Canónico.»
  • «Epistola ad Ministros Provinciales. Está impresta no I. Tomo do Orbis Seraphici. pag. 145.[5]  »

Património[editar | editar código-fonte]

  • Lugar do Desenho - Fundação Júlio Resende

A Fundação Júlio Resende, também conhecida por "lugar do desenho" foi criada a partir de um espólio de mais 2000 desenhos do mestre, mostra permanente (exposição do Acervo). Exposições temporárias, conferências, concertos e outros eventos.

Referências

  1. População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano) (em português). Instituto Nacional de Estatística. Página visitada em 12 de Março de 2014. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013. "Informação no separador "Q601_Norte""
  2. Lei nº 9/2005. Diário da República. Página visitada em 24 de Fevereiro de 2014.
  3. Paróquia de Valbom. Arquivo Distrital do Porto. Página visitada em 24 de Fevereiro de 2014.
  4. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
  5. Biblioteca Lusitana. Por Diogo Barbosa Machado, Tomo II , Lisboa occidental, na Officina de Ignacio Rodrigues(1747) : p. 407

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Freguesias, integrado no Projecto Grande Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.