Aguiar de Sousa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal Aguiar de Sousa  
—  Freguesia  —
Senhora do Salto. Aguiar de Sousa. 1957
Senhora do Salto. Aguiar de Sousa. 1957
Aguiar de Sousa está localizado em: Portugal Continental
Aguiar de Sousa
Localização de Aguiar de Sousa em Portugal
41° 07' 43" N 8° 26' 58" O
País  Portugal
Concelho PRD1.png Paredes
 - Tipo Junta de freguesia
Área
 - Total 22,32 km²
População (2011)
 - Total 1 631
    • Densidade 73,1/km2 
Código postal 4585–001 Aguiar de Sousa
Orago São Romão
Correio electrónico jfagsousa@clix.pt ou? jfaguiar.sousa@oninet.pt

Aguiar de Sousa é uma freguesia portuguesa do concelho de Paredes, com 22,32 km² de área e 1 631 habitantes (2011). Densidade: 73,1 hab/km².

Foi vila e sede de um extenso concelho até ao início do século XIX. Era constituído por 39 freguesias dos actuais municípios de Gondomar, Valongo, Lousada, Paredes e Paços de Ferreira. Tinha, em 1801, 21 643 habitantes e ocupava uma superfície de cerca de 260 km².

Património arquitectónico/cultural[editar | editar código-fonte]

Festas e romarias[editar | editar código-fonte]

  • Santa Isabel (primeiro domingo de Julho)
  • Santa Marta (último domingo de Julho ou no primeiro domingo de Agosto)
  • Senhora do Salto (primeiro domingo de Maio)

O Inferno é no lugar do salto, uma garganta apertada, onde corre o rio Sousa. Uma lenda diz que um cavaleiro perseguido pelo Diabo sob a forma de um veado (ou perseguindo o mesmo sob a forma de uma lebre), saltou sobre o abismo nesse Lugar. Caíndo invocou com fervor a protecção de Nossa Senhora

- Valei-me Virgem Senhora,

Valei-me sou pecador ;

e o milagre aconteceu : o cavalo e o cavaleiro pousaram sãos e salvos na outra margem do rio, num sítio onde ainda se vêm as marcas das ferraduras do cavalo... Em sinal de agradecimento, o cavaleiro mandou construir uma pequena capela à Nossa Senhora do Salto. Outra forma da lenda acrescenta : "a imagem da Nossa Senhora foi aí encontrada numa gruta, por umas crianças que lá pastoriavam o gado. Levada para a igreja umas três vezes, por outras tantas ela voltava a ser encontrada na gruta, pelo que o abade lhe edificou a capela decente onde apenas estava uma tôsca ermida"[1] . Essa imagem é objecto de veneração popular...

  • São Sebastião (último domingo de Setembro)

Colectividades[editar | editar código-fonte]

Figuras de destaque[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

  1. José do Barreiro (pseudonimo de José Corrêa Pacheco de Portocarrero) : Monografia de Paredes, correcções e acrescentos, Porto, 1924. p. 612-614
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.