Varela Aldemira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luiz Varela Aldemira a trabalhar dentro do seu atlier.

Luiz Varela Aldemira (Galiza, 1895 - 1975), foi um pintor português.

Natural da Galiza, desenvolveu a sua carreira artística em Portugal, começando por estudar na Escola de Belas-Artes de Lisboa, onde foi aluno de Columbano. Já naturalizado português, viajou, como bolseiro do Instituto de Alta Cultura, por Espanha, França e Itália (1933). Seguindo o movimento naturalista, apropriou-se também de alguns valores do modernismo, na procura de uma síntese que nunca encontrou plena resolução.

A sua obra afirmou-se através de retratos, paisagens e desenhos, conquistando alguns prémios internacionais: Exposição Internacional do Rio de Janeiro (1922), Exposição Ibero-Americana de Sevilha (1930). Foi premiado pela Sociedade Nacional de Belas Artes, da qual foi nomeado presidente em 1932. Ocupou o cargo de vice-secretário da Academia Nacional de Belas-Artes.

Trabalhou como desenhista da Faculdade de Medicina de Lisboa e dedicou-se à docência, leccionando a cadeira de Pintura na EBAL. Distinguiu-se também na crítica e História de Arte, publicando vários estudos: A arte e a psicanálise (1935)[1] , Columbano (1941), Silva Porto (1952), Henrique Pousão (1959) e A pintura na teoria e na prática (1961).

Referências

  1. A RECEPÇÃO DE FREUD EM PORTUGAL (prefácio) (em português). Visitado em 14 de Março de 2011.
  • Telo de Morais: Catálogo, Museu Municipal de Coimbra - Câmara Municipal de Coimbra (em ). [S.l.: s.n.]. ISBN.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.