Victor Riqueti de Mirabeau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Victor Riqueti de Mirabeau

Victor Riqueti, marquês de Mirabeau (Pertuis, Vaucluse, 5 de outubro de 1715 - Argenteuil, 13 de julho de 1789) foi um economista e filósofo francês.

O marquês de Mirabeau foi o primeiro de sua família a trocar a carreira militar pelas letras. Em 1743, seu casamento com Marie-Geneviève de Vassan, originária do Limousin, permite-lhe testar suas teorias agronômicas nas terras da esposa. Participou da escola dos fisiocratas, e, entre suas publicações, destacam-se l’Ami des hommes ou Traité sur la population (1756) e sobretudo Philosophie rurale ou économie générale et politique de l'agriculture, réduite à l'ordre immuable des lois physiques et morales qui assurent la prospérité des empires (1763).

Era pai do conde de Mirabeau e do visconde de Mirabeau, duas grandes figuras da Revolução Francesa. Membro da Academia de Marseille, da Academia de La Rochelle e da Acedemia de Montauban,[1] foi discípulo de Cantillon e de Quesnay.[2]

O marquês de Mirabeau foi um dos primeiros fisiocratas.[3] Seus trabalhos sobre finanças e economia política, matérias pouco difundidas à época, valeram-lhe adversários e aliados igualmente fervorosos.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • L'amie des hommes ou traité sur le population (1756)
  • Theorie de l'impôt (1760)
  • Philosophie rurale (1763)
  • Lettre sur le commerce des grains (1768)

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.