Vigilante 8

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vigilante 8
Produtora Luxoflux
Editora(s) Activision
Plataforma(s) PlayStation, Nintendo 64, Game Boy Color
Série Vigilante 8
Data(s) de lançamento Sony PlayStation Version
Nintendo 64 Version
Game Boy Color Version
Gênero(s) Combate veicular
Modos de jogo Single-player, multiplayer
Número de jogadores Até 4 jogadores
Classificação Inadequado para menores de 13 anos i ESRB (América do Norte)
Média CD (PlayStation)
Cartucho (Game Boy Color)
Cartucho (Nintendo 64)
Idioma Inglês

Vigilante 8 é um jogo de combate veicular lançado em 4 de junho de 1998 para o PlayStation, Nintendo 64, Game Boy Color e Dreamcast. Vigilante 8 foi desenvolvido com uma equipe de apenas cinco pessoas (Peter Morawiec, Adrian Stephens, David Goodrich, Jeremy Engleman, e Edward Toth), uma equipe de tamanho aparentemente incrivelmente pequeno para o desenvolvimento de um jogo, quando a maioria das equipes de desenvolvimento variava cerca de 20-30 pessoas na década de 1990.

Enredo[editar | editar código-fonte]

O enredo do jogo é construído em torno de uma história alternativa, na qual houve uma crise mundial de petróleo nos anos 70 e os EUA estavam na iminência de um colapso econômico. Greves, tumultos e crimes foram desencadeados por toda América do Norte, e todos os policiais disponíveis foram trazidos para as grandes metrópoles deixando as pequenas cidades vulneráveis. É só então que entra em cena uma cooperativa multinacional estrangeira de petróleo chamada Oil Monopoly Alliance Regime (OMAR), determinada a monopolizar o comércio mundial de petróleo. Os EUA era o último país que estava em seu caminho e eles estavam realmente determinados preparados a deixar os Estados Unidos de joelhos perante o seu novo império.

OMAR acaba contratando Sid Burn, um terrorista profissional, para empurrar a economia dos EUA "ladeira a baixo". Sid começou a organizar as suas tropas em áreas remotas do sudoeste. Chamando a si mesmos de "Coyotes", eles começaram os ataques tendo como alvos iniciais refinarias de petróleo, instalações comerciais e outras indústrias vitais em toda a região do sudoeste americano. Com a aplicação da lei apenas nas grandes cidades, alguns civis desesperados, começaram a fazer a lei e a justiça com suas próprias mãos. Liderados por um caminhoneiro chamado Convoy e referidos simplesmente como o "Vigilantes", este excêntrico grupo logo se tornou um grande obstáculo para a gangue de Sid.

Enquanto isso, o governo dos EUA, sentindo-se mais vulnerável do que nunca, estava intensificando suas pesquisas no desenvolvimento de um novo arsenal militar. Um armamento mais avançado, rumores de ser baseado em tecnologia UFO, localizado no sítio 4, uma instalação secreta em Papoose Lake. Esta informação acabou vazando para Sid, e os Coyotes emboscaram a instalação. No entanto, os Vigilantes inesperadamente apareceram para detê-los e, como resultado, ambas as partes se encontravam em posse das armas mais avançadas do mundo.

O que se seguiu não foram confrontos comuns. Confrontos automáticos se seguiram em todo o país, das montanhas rochosas do Colorado até as fazendas da Califórnia, apenas para culminar em uma batalha como nenhuma outro. Até hoje os acontecimentos que se sucederam são apenas uma questão de especulação.[1]

Sequências[editar | editar código-fonte]

Sua segunda versão intitulada Vigilante 8: Second Offense, foi lançada para o PlayStation, Dreamcast, Nintendo 64.

Um terceiro jogo da série Vigilante 8 foi anunciado para PlayStation 2 no início do ciclo de vida do sistema, mas até agora não tem nenhuma informação adicional e o jogo nunca foi lançado.

Vigilante 8 Arcade[editar | editar código-fonte]

Um remake para a Xbox 360, intitulado Vigilante 8 Arcade, foi criado por Isopod Labs, uma empresa independente, formado pelos fundadores da Luxoflux. O Game apresenta uma versão de alta definição dos jogos passados mais alguns níveis multiplayer adicionou completo com um modo online. Foi lançado na Xbox Live em 5 de novembro de 2008

Comercial Proibido[editar | editar código-fonte]

Havia um comercial que foi liberado depois do lançamento da versão de Nintendo 64.O vídeo mostra um ônibus escolar soltando crianças na escola. O ônibus sai e há clipes de jogabilidade do jogo. No final, um reboque de caminhão retorna o ônibus para a escola para pegar as crianças, o ônibus está completamente arruinado, e com o condutor desaparecido. Após o Massacre de Columbine, o comercial foi proibido devido às referências de violência escolar.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.