Vladimir Propp

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vladimir Propp

Vladimir Propp (São Petersburgo, 29 de Abril de 1895 - São Petersburgo, 22 de Agosto de 1970) foi um académico estruturalista russo que analisou os componentes básicos do enredo dos contos populares russos visando identificar os seus elementos narrativos mais simples e indivisíveis. Foi um dos expoentes da narratologia. Propp recolheu vários contos tradicionais até chegar a um "corpus" de 449 contos. Procurou uma estrutura nesse corpus e encontra 31 funções.

Como definiu João Luís Lafetá: “V. Propp demonstrou que os contos populares se constituem sempre em torno de um núcleo simples. O herói sofre um dano ou tem uma carência, e as tentativas de recuperação do dano ou de superação da carência constituem o corpo da narrativa.” [1]

As 31 funções podem ser agrupadas em 7 esferas de acção, agrupadas por personagens:

  • 1ª Esfera - O agressor (o que faz mal)
  • 2ª Esfera - O doador - o que dá o objecto mágico ao herói
  • 3ª Esfera - O auxiliar - que ajuda o herói no seu percurso
  • 4ª Esfera - A Princesa e o Pai (não tem de ser obrigatoriamente o Rei)
  • 5ª Esfera - O Mandador - aquele que manda
  • 6ª Esfera - O Herói
  • 7ª Esfera - O falso herói

Referências

  1. LAFETÁ, João Luís. A Dimensão da Noite e outros ensaios. Org. Antonio Arnoni Prado. São Paulo, Duas Cidades / Ed. 34, 2004. p. 79.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.