Vladimir Propp

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vladimir Propp

Vladimir Propp (São Petersburgo, 29 de Abril de 1895 - Leninegrado, 22 de Agosto de 1970) foi um académico estruturalista russo que analisou os componentes básicos do enredo dos contos populares russos visando identificar os seus elementos narrativos mais simples e indivisíveis. Foi um dos expoentes da narratologia. Propp recolheu vários contos tradicionais até chegar a um "corpus" de 449 contos. Procurou uma estrutura nesse corpus e encontra 31 funções.

Como definiu João Luís Lafetá: “V. Propp demonstrou que os contos populares se constituem sempre em torno de um núcleo simples. O herói sofre um dano ou tem uma carência, e as tentativas de recuperação do dano ou de superação da carência constituem o corpo da narrativa.” [1]

As 31 funções podem ser agrupadas em 7 esferas de acção, agrupadas por personagens:

  • 1ª Esfera - O agressor (o que faz mal)
  • 2ª Esfera - O doador - o que dá o objecto mágico ao herói
  • 3ª Esfera - O auxiliar - que ajuda o herói no seu percurso
  • 4ª Esfera - A Princesa e o Pai (não tem de ser obrigatoriamente o Rei)
  • 5ª Esfera - O Mandador - aquele que manda
  • 6ª Esfera - O Herói
  • 7ª Esfera - O falso herói

Referências

  1. LAFETÁ, João Luís. A Dimensão da Noite e outros ensaios. Org. Antonio Arnoni Prado. São Paulo, Duas Cidades / Ed. 34, 2004. p. 79.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.