Alexander Nikolayevich Afanasyev

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alexander Afanasyev
Alexander Nikolayevich Afanasyev
Александр Николаевич Афанасьев
Alexandre N. Afanassiev
Nacionalidade Russo
Data de nascimento 11 de Julho de 1826
Local de nascimento Voronej
 Rússia
Data de falecimento 23 de outubro de 1871 (45 anos)
Local de falecimento Moscou
 Rússia
Ocupação folclorista

Aleksandr Nikoláyevich Afanásiev (em russo: Александр Николаевич Афанасьев) (Voronej, 11 de julho de 1826Moscou, 23 de outubro de 1871) foi o maior folclorista russo de sua época e o primeiro a recolher e editar contos de tradição eslava que haviam sido perdidos, no decorrer dos séculos[1] .

Contexto histórico[editar | editar código-fonte]

Afanásiev realizou um duro trabalho de recompilação, uma vez que os contos eslavos, assim como os celtas irlandeses, não estavam, até então, escritos; sendo exclusivamente de tradição oral. A situação de perda das tradições eslavas foi agravada pelas reformas do czar Pedro, o Grande, que abandonou as tradições eslavo-ortodoxas da Rússia, para introduzir um modo de vida europeu. Os boiardos foram substituídos pelos duques e marqueses e a língua russa se viu restringida às classes média-baixa e baixa da sociedade, passando a nobreza a usar a língua francesa.

Biografía[editar | editar código-fonte]

Foi educado em Voronej e cursou Direito na Universidade de Moscou,[2] onde descobriu a obra dos escritores: Konstantín Kavelin e Timoféi Granovski. Seu primeiro trabalho foi de professor de História Antiga, mas foid espedido por uma falsa acusação de Sergéi Uvárov, outro escritor da época. Passou, então, a dedicar-se ao jornalismo, escrevendo artigos sobre os principais escritosres russos do século XIX, como Nikolái Novikov, Denís Fonvizin e Antioj Kantemir. Em 1850, passa a se didicar exclusivamente ao estudo do folclore da “Velha Rússia”, percorrendo províncias inteiras para obter de todas as partes do Principado de Moscou. Seus primeiros artigos causaram grande impressão na escola mitológica russa daquela época. Sua fonte principal foram os contos da “Sociedade Geográfica da Rússia” e algumas contribuições de Vladímir Dal. Afanásiev morreu tuberculoso e pobre, tendo sido obrigado a vender sua biblioteca[3] . Suas obras foram publicadas devido a sua amizade com Aleksandr Ivanovitch Herzen.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

A obra de Afanásiev consta de un total de 680 contos tradicionais russos, editados em oito volumes, recolhidos entre 1855 e 1863, sendo alguns muito conhecidos, como “Basilisa, a Bela”, “A Legenda de Márya Morevna” e “O Soldado e a Morte”. Seus principais artigos jornalísticos sobre mitologia foram: “Os Bruxos e as Bruxas”, “Exorcismo Eslavo” e “Lendas Pagãs sobre a Ilha Buyan”. Realizou importantes estudos como historiador e investigador literário, destacando-se: “Domovói” (1850), “Concepções Poéticas dos Eslavos poéticas sobre a natureza” - seu trabalho fundamental, em três volumes, realizado entre 1865 e 1869 - e “História dos Cossacos” (1871). Em 1852 ingressou na Academia de Geografia da Rússia, entidade que promoveu a publicação dos volumes de seus contos.

Referências

  1. Riordan, James. “Russian Fairy Tales and Their Collectors.” A Companion to the Fairy Tale. Ed. Hilda Ellis Davidson and Anna Chaudhri. Cambridge: D.S. Brewer, 2003. Page 221.
  2. Zipes, Jack. Afanasyev, Aleksander. "The Oxford Companion to Fairy Tales." Oxford: Oxford University Press, 2000.
  3. Maria Tatar, p 335, The Annotated Classic Fairy Tales, ISBN 0-393-05163-3